Todas as matérias: Ana Roxo

Todo poder ao ovo!

Está na hora de a esquerda parar de ficar problematizando tudo e fazer um discurso que se volta contra a própria esquerda. A gente tem que começar a combater as violências reais. A reforma da previdência é violência. Não deixar repetir merenda é violência. O que estão fazendo com o ensino no Brasil é violência.

Desmonte das universidades faz parte do plano de Temer para vender o Brasil

O desmonte chegou na pesquisa e na tecnologia. Michel Temer está cortando o financiamento público da ciência brasileira e está construindo a ponte para um futuro falido, sombrio e submisso.

O pau está comendo, está na hora da gente ter prioridade de luta

Eleições sem Lula em 2018 ou até mesmo 2018 sem eleições. Massacre da população negra, da população indígena e dos pobres acontecendo: o pau está comendo e está na hora de priorizar.

Breve resumo para quem chegou agora

Um pequeno resumo das coisas que a gente já falou aqui, para você contextualizar e parar de comentar bobagem, porque eu sei que você vai ter preguiça de ver os vídeos anteriores.

Cinco idiotices ouvidas em defesa da reforma trabalhista

Recado aos capitalistas sem capital que defendem a reforma trabalhista: "A gente conversa daqui a dois anos. Não preciso falar vinte".

Parem de reclamar das pessoas! O problema é o sistema

A gente vai ter que começar do começo. Qual é o começo? O começo é: era uma vez pessoas, então fez-se a propriedade privada.

Doenças terminais

O Brasil está diagnosticado com uma grave doença. E a pergunta é: será que a gente consegue tornar a vida desse país interessante de novo? Será que a gente consegue retomar o caminho?

Mulher não tem que!

Homens, melhorem! Parem de reproduzir estereótipos sobre as mulheres. E o recado vai também para os homens de esquerda: "Não dá para você falar que luta pela igualdade quando você explora uma mulher".

O mal é banal

Ana Roxo alerta para a banalização do mal: "O mal está aí, apoiando extermínio de vulnerável em centros urbanos. O mal está aí dizendo tem que matar mesmo!".

Alfabetização: o fim, enfim

Q de quem manda aqui nessa porra. Quem manda aqui? É o povo? Nãooooooo. São os políticos? Nãoooooooo. É o grande capital? Siiiiiiiim. Quem manda no Brasil são as grandes corporações.

Alfabetização em massa III

M de quê? De meritocracia, de minoria, de machismo, de misoginia. Porque a letra M é vasta, avisa Ana Roxo

Algumas considerações sobre a semana bomba

A gente tem que pensar como é que a gente vai mudar essa estrutura. Para que seja cada vez mais difícil ser corrupto. Para evitar que as próximas gerações, pelo menos, sejam tão fáceis de se corromper.

Alfabetização política em massa II

Continuando o nosso processo de alfabetização política em massa. Último vídeo vimos até a letra E. Vamos começar com a letra F.

Alfabetização política em massa I

Se o problema é o analfabeto político, a gente vai começar um processo maciço de alfabetização política. Letra a letra, está bom? Vamos lá.

O neoliberalismo é o nosso aquário. Dá um pulinho fora dele.

A gente vai fazer uma distinção entre o que é natural e o que é naturalizado. Natural num ser humano são as coisas que nascem naturalmente com ele. No entanto, o ser humano não é um ser natural. Ele é um ser social, um ser cultural, um ser político.