Deu na Folha: setores do PSOL têm ciúme da relação de Boulos com Lula

Para Plínio de Arruda Sampaio Jr. possível candidato à presidência pelo PSOL, a proximidade orgânica de Boulos com Lula e o PT "contraria a proposta de construção de uma esquerda fundada em oposição às práticas petistas".

Um dos pré-candidatos do PSOL à Presidência, o professor Plínio de Arruda Sampaio Jr. queixou-se de um “atropelo” da legenda na negociação com Boulos para uma possível candidatura do líder do MTST à Presidência.  

Em entrevista à jornalista Catia Seabra, Plininho, como é conhecido, disse que Boulos se filiaria ao partido depois de encerrados os prazos de disputa interna no PSOL. “Se Boulos entra no partido como um pirata, o ganho do PSOL é nulo. O partido se transforma em um puxadinho do MTST”.

Plininho reclama da timidez de Boulos na crítica ao ex-presidente Lula. Para ele, a “proximidade orgânica de Boulos com Lula e o PT” contraria a proposta de construção de uma esquerda fundada em oposição às práticas petistas”.

Em entrevista à Folha de São Paulo, publicada na última quarta-feira (7), Boulos afirmou que avançou bastante nos debates juntos ao PSOL “para que se possa consolidar uma candidatura”.

O líder do PSOL na Câmara dos Deputados, Ivan Valente, disse que Guilherme Boulos deverá informar até o fim de fevereiro se aceita concorrer pelo partido à Presidência da República.   

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

couto

13/02/2018 - 21h19

A Folha tem interesse em fazer intriga.

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas