Todas as matérias: Eric Nepomuceno

Está difícil calcular o preço de Michel Temer

Se todo homem tem seu preço, quanto custa manter Michel Temer na presidência? Corte de gastos, anulação do Estado brasileiro e venda do patrimônio.

O que está acontecendo no Rio é o pesadelo do Estado nenhum

Quem defende o sonho do Estado mínimo exagerou no caso do Rio de Janeiro. Ao invés de Estado mínimo, é o Estado nenhum.

Temer e sua incomparável aberração destruidora da Cultura

Cada vez que se fala em política para a Cultura, Temer é da linha que saca sua pistola. Mas tem um motivo: a turma do golpe odeia cultura, porque a arte traduz a identidade do povo.

O Brasil protagonista virou uma insignificância do tamanho da estatura política de Temer

Temer conseguiu destruir até a política externa brasileira, afinal, quem quer aparecer ao lado de um corrupto?

Nenhuma bala moral atingiu Pezão, nem Sérgio Cabral e não há solução à vista

"É duro e triste viver uma situação assim, uma cidade assim num país assim, é o que é mais complicado não há nenhuma, nenhuma solução à vista".

Gilmar Mendes, conselheiro de um presidente denunciado, atropela qualquer princípio ético

Eu acho que a gente tem que guardar o nome de cada um dos integrantes da atual formação da Corte Suprema do nosso país, guardiã da Constituição e dos direitos de cada um de nós.

A Santíssima Trindade: Aécio Neves da Cunha, Eduardo Cunha e FHC

A frase de Temer mudou a minha vida: agora eu não só acredito em Deus, como sei o nome da Santíssima Trindade que o colocou no poder

Depressão pós-golpe

Gilmar Mendes apartando Alexandre de Moraes. Eu achei que era o caso de ligar para o Arnaldo Goldenberg, que é um grande bom amigo meu, um psiquiatra aqui do Rio, pedindo para ele me livrar deste surto.

Pelo menos o Gilmar é autêntico. É… Mas o Idi Amim também era.

Eu não sei até que ponto isso é vantajoso. Hitler também não escondia o que era. Mussolini também não escondia o que era. Idi Amim, que é do meu tempo, também não escondia o que era.

‘Para encher o saco do PT’, um cafajeste provinciano destruiu o país

Aécio Neves, o playboy cafajeste e provinciano que acabou com o Brasil para encher o saco do PT. Com o aval do Fernando Henrique Cardoso e com aval da cúpula do PSDB.

A morte e a morte de Temer, o Ilegítimo

Em vídeo especial para o Nocaute, Eric Nepomuceno alerta: desse bando de sacripantas, vamos herdar um país que vai levar décadas e décadas para se recuperar

Aos olhos da Europa, o fim do golpista

Houvesse a estas alturas algum espaço para humor, eu diria que um ataque de modéstia me impede de repetir a frase de algumas mães de antanho: ‘Basta eu virar as costas, que vocês inventam alguma confusão’.

Na obsessão por Lula, turma de Curitiba não tem limites

Para tudo tem limite, menos para aqueles que estão obstinados em encontrar qualquer motivo para acusar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para quem resiste, fica a indignação.

O último mestre

Para mim, além do que se diz e dirá, restará para sempre a memória de um humor afiado e contundente, um olhar afetuoso para a vida e as gentes, uma inquietude suave e incessante. Antonio Candido foi a única pessoa que eu tratava de ‘senhor’ com prazer e sem solenidade. Foi talvez o último grande senhor deste meu, deste nosso tempo.

Em matéria de Direitos Humanos a Argentina consegue o prodígio de estar pior que o Brasil.

O governo do Macri começou pondo em discussão o número de vítimas assassinados e desaparecidos da última ditadura militar argentina.