Conheça a história do jornalista Vladimir Herzog assassinado nos porões da ditadura

Há 42 anos, o então diretor de jornalismo da TV Cultura, o Vlado, como era chamado pelos amigos, foi assassinado durante uma sessão de tortura nos porões da ditadura militar.

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

felipe

27/10/2017 - 18h15

um cidadao proba e defenso da democracia

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas