Sobe para 79 número de vítimas fatais em incêndio de Londres

Investigação para determinar a causa do incêndio está em andamento; moradores dizem que as instalações do prédio estavam precárias

A Polícia Metropolitana de Londres informou nesta segunda-feira (19/6) que 79 pessoas “morreram ou estão desaparecidas, presumivelmente mortas” em consequência do incêndio da semana passada em um bloco de apartamentos em Londres.

Citado pela agência de notícias EFE, o comandante Stuart Cundy declarou que esse número ainda pode variar, mas não tão significativamente como nos últimos dias. Dessas 79 pessoas, cinco foram formalmente identificadas até agora.

Segundo Cundy, é difícil descrever a devastação causada pelo fogo em algumas partes do edifício. O prédio se chama Grenfell Tower, havia sido construído em 1974, e está localizado em North Kensigton, na oeste da cidade. São 24 andares e 120 apartamentos. A operação de busca das equipes especiais para recuperar mais corpos continua.

“Lamentavelmente, muitas famílias perderam mais de um integrante e esses são momentos angustiantes para todos eles”, afirmou o policial.

Cinco pessoas consideradas desaparecidas após a tragédia foram encontradas “sãs e salvas”, disse Cundy.

Segundo os últimos dados oficiais divulgados pelo Serviço Nacional de Saúde (NHS England), 17 feridos em consequência do incêndio continuam recebendo atendimento médico em quatro hospitais da cidade, dos quais nove estão em estado crítico.

Nenhum Comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta

Recomendadas