Puigdemont é solto na Bélgica e critica Espanha

"Em liberdade e sem fiança. Nosso pensamento está com os companheiros injustamente detidos por um Estado afastado da prática democrática", postou Puigdemont no Twitter.

O presidente destituído da Catalunha, Carles Puigdemont, foi solto na Bélgica, nesta segunda-feira (6), depois de um juiz de instrução belga decidir conceder liberdade condicional. Puigdemont criticou o governo da Espanha, afirmando que a Espanha é “um Estado afastado da prática democrática”.

A liberdade condicional foi concedida para Puigdemont e para outros quatro membros do governo catalão destituído.

Eles estão proibidos de sair da Bélgica sem autorização judicial, devem comunicar um endereço fixo e obedecer a todas as convocações da Justiça e da Polícia, explicou o Ministério Público.

“Em liberdade e sem fiança. Nosso pensamento está com os companheiros injustamente detidos por um Estado afastado da prática democrática”, escreveu Puigdemont no Twitter.

A Justiça da Bélgica vai decidir em 15 dias se extradita ou não Puigdemont para a Espanha.

O presidente catalão havia sido preso no domingo. Os cinco haviam se apresentado às autoridades belgas após a Justiça espanhola emitir uma ordem europeia de busca e detenção para prendê-los por conta da declaração de independência da Catalunha.

Na Espanha, oito dos 14 membros do governo de Puigdemont que compareceram à Justiça em Madri, acusados de “rebelião”, “sedição” e “malversação”, foram presos. Outro separatista que havia renunciado ao cargo se opondo a uma declaração unilateral ficou em liberdade sob fiança.

Nesta segunda-feira, manifestantes separatistas bloquearam estradas e ferrovias na Catalunha para protestar contra a prisão de membros do governo destituído.

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

C.Poivre

06/11/2017 - 12h36

Presidente da Colômbia, Nobel da Paz, vinculado aos “Paradise Papers”:

https://www.telesurtv.net/news/Juan-Manuel-Santos-vinculado-en-los-Paradise-Papers-20171106-0002.html

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas