Donald Trump pretende expulsar 200 mil salvadorenhos

Cidadãos que emigraram terão 18 meses para conseguir uma permissão legal.

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (8) o fim da permissão de permanência para milhares de salvadorenhos que vivem no país há pelo menos dez anos. Os imigrantes terão 18 meses para conseguir uma permissão legal ou abandonar o país.

Cidadãos centro-americanos deixaram sua terra natal após os terremotos que a devastaram, em 2001. A decisão do Departamento de Segurança Doméstica revoga o status de permanência temporária para 200 mil pessoas.

Essas permissões foram concedidas pelos EUA em caráter humanitário, após dois abalos sísmicos de 13 de janeiro e 13 de fevereiro daquele ano, terem destruído o país deixando 1.200 mortos. O governo americano alega que após uma “cuidadosa e extensa avaliação” sobre a atual situação de El Salvador, foi concluído que “as condições originais causadas pelos tremores já não existem”, por essa razão, a permanência temporária deve ser encerrada.

Kirstjen Nielsen, secretária de Segurança Doméstica do EUA, destacou que El Salvador recebeu quantia significativa de ajuda internacional para reconstrução do país, e que escolas, estradas, casas e hospitais foram erguidos desde então.

Os salvadorenhos terão até o dia 9 de setembro de 2019 para deixar os EUA, ou obter um novo status legal, sob pena de deportação.

Segundo o El país, organizações latinas e políticos de origem hispânica, democratas e republicanos, criticaram com dureza a decisão do Governo Trump. “Embora as condições de vida possam ter melhorado levemente, El Salvador enfrenta agora um problema significativo com o narcotráfico, as gangues e o crime”, comentou o congressista republicano Mario Díaz-Balart. O democrata Bob Menéndez lamentou os “impulsos nativistas” da Administração republicana.

Nenhum Comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta

Recomendadas