Coreia do Norte faz novo teste nuclear com bomba de hidrogênio. Casa Branca prepara pacote de sanções como retaliação a Pyongyang.

Coreia do Norte anunciou, neste domingo (03), a realização de um teste nuclear com bomba de hidrogênio que pode ser instalado em um míssil intercontinental de longo alcance.

O secretário do tesouro americano Steven Mnuchin já prepara um novo pacote de sanções contra a Coreia do Norte e adverte aos países que realizam  transações comerciais com o país asiático que “aqueles que fazem negócios com eles (Coreia do Norte) não poderão fazer negócios conosco. Trabalharemos com nossos aliados. Trabalharemos com a China”.

A comunidade internacional rechaçou o teste nuclear realizado na madrugada deste domingo (3). O secretário geral das Nações Unidas pediu para Pyongyang interromper suas ações e classificou o teste como “profundamente desestabilizador”.

A chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Emmanuel Macron são favoráveis ao endurecimento das sanções já aplicadas pela União Europeia contra a Coreia do Norte.

Segundo O Globo, o bloco do BRICS (Brasil Rússia, Índia, China e África do Sul)  também condenaram os testes nucleares e afirmara em nota o comprometimento em manter a paz mundial – “Nós do BRICS estamos comprometidos em manter a paz global e contribuir para a ordem da segurança internacional”.

De acordo com a Folha de São Paulo, em agosto o Conselho de Segurança da ONU aprovou o sétimo pacote de sanções contra Pyongyang como o objetivo de privar o regime de cerca de US$ 1 bilhão em receitas de exportação de diversos minerais como chumbo e ferro, e também peixes e frutos do mar.

 

Líder coreano Kim Jong Un durante visita ao Instituto de Armas Nucleares (Foto: KCNA) & White House (Foto: Andrea Hanks)

Nenhum Comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta

Recomendadas