Como podemos evitar um estupro

Homens, percebam o quanto é triste eu ter que fazer esta lista. Percebam que por mais que a gente tente não fazer um manual que cerceie as atitudes e onde as mulheres devem ir, nascer mulher é ser cerceada nesta sociedade patriarcal machista que a gente vive.

 

Neste vídeo eu vou fazer uma lista de coisas que você pode fazer para evitar o estupro. Nenhuma dessas coisas que eu vou dizer é “não use minissaia”.

Se você estiver de minissaia, jardineira ou um escafandro, um homem pode tentar te estuprar. Isso não tem nada a ver com a roupa que você está usando.

O pressuposto é de que a culpa nunca é da vítima. Mesmo se você não fizer nenhuma dessas coisas, a culpa ainda não será sua porque isso não tem o mínimo sentido.

A culpa é do estuprador. Eu não queria ter que fazer este vídeo porque se a gente vivesse em um mundo ideal, porque se nem todo homem… mas, a gente não vive no mundo ideal.

Por exemplo, quando você está andando no mato e vê uma cobra, você não vai pensar “ah, mas nem toda cobra pica”. Você vai sair correndo. Não é? Quando você estiver em uma situação de perigo, você não vai pensar “Mas nem todo homem”. Você vai sair correndo, você vai se proteger.

Homens, percebam o quanto é triste eu ter que fazer esta lista. Percebam que por mais que a gente tente não fazer um manual que cerceie as atitudes e onde as mulheres devem ir, nascer mulher é ser cerceada nesta sociedade patriarcal machista que a gente vive.

Nascer mulher significa que você tem que deixar de fazer coisas. Por exemplo, beber, livremente em situações que podem não ser tão seguras.

Estupradores não só podem ser conhecidos, como em grande parte são pessoas que a gente conhece. Grande parte das vezes são parentes, são namorados, são ficantes, são amigos, são colegas de escola, são colegas do trabalho.

Você não baixa a guarda nunca. Você presta atenção quando você vai falar com o seu chefe e ele fecha a porta. Então esteja sempre consciente de onde você está, o que tem à sua volta e quais são as rotas de fuga possíveis.

Os caminhos que você faz sempre – escolha caminhos iluminados, caminhos que tenham gente. Mesmo de carro, evite andar em estradas de terra, ermas, no meio do nada. Sempre que possível, avise as pessoas sobre as rotas que você faz. Avise sua mãe, avise seu marido, avise sua namorada, avise suas amigas, para que as pessoas possam saber onde você está.

Não fica viajando no Facebook no meio da rua. Esteja ali presente para você conseguir fugir. Não é só porque vão roubar o seu celular. O seu celular é o de menos.

O celular, se possível, se você vai estar andando sozinha, deixa ele sempre carregado. O celular pode ser bom também para se você ver alguém te espionando você ligar para alguém, ou pelo menos fingir que está ligando para alguém. Mantém ocupada, fala alto, ver que você está em contato com outra pessoa pode fazer um estuprador, que é um predador, esperando você estar distraída, desistir de te atacar.

Sempre que você for a uma festa ou a uma balada, vá com amigas. Grude nas amigas. Nós somos as nossas protetoras. Não deixe suas amigas sozinhas. Não deixe suas amigas sozinhas, nem se elas estiverem com o príncipe encantado. Porque o príncipe encantado pode ser na verdade um sapo.
Proteger você e proteger suas amigas é meio como empata foda.

Fica de olho, pergunta se está tudo bem. Entra no meio se precisar. Faz a sem noção e entra no meio se precisar. Aliás, interferir é essencial. Pode interferir. Homens também podem interferir. Larguem essa brodeiragem de vocês e se vocês virem uma mulher que não está gostando do modo como o cara está abordando, chega junto.

Se vocês estiverem como chegar junto no cara, tipo, “para, cara, ela não está gostando”, ótimo. As meninas também podem fazer, dependendo do tamanho do cara, da coragem, de quanto se sentirem confiantes para fazer isso.

Se você não tem como fazer isto, chega na menina. Mesmo se você não conhecer, finge que conhece. Fala “Sheila, quanto tempo!”. Abraça a pessoa, tira ela de lá, faz uma piada, leva uma água, leva o telefone e fala “ah, não sei quem quer falar com você”. Olha o vídeo novo da Ana Roxo.

Em briga de marido e mulher se mete a colher. Situações onde está uma mulher e um homem e que você está vendo que não está legal, a gente pode ajudar.

Mulheres, quando um homem estiver te importunando, não é momento de ser gentil e delicada. É momento de falar “sai daqui, caralho”. “Não quero, não estou gostando, saia daqui”. Uma coisa que ajuda é gritar. Você pode gritar coisas do tipo “Chama a polícia, Agressor, estuprador”. Ou você gritar “fogo”. Cria um tumulto, chama atenção. É melhor que você crie um tumulto e as pessoas digam que você criou um tumulto por nada, e é melhor que não seja nada, do que você não tumultuar e acabar sendo estuprada.

Baladas não são lugares seguros. Se você for sozinha, não é o dia de você encher a cara. Cada um sabe a sua, mas a medida segura é, sei lá, uma cerveja por hora?

Saiba sua medida segura, não perca a consciência. Não deixe sua bebida sozinha, não aceita bebida de estranhos. É tipo a mãe falando “não aceita bala do pipoqueiro”.

Se alguém for te pagar uma bebida, aceita da mão direto do garçom porque as pessoas jogam coisas nas bebidas, né? Os homens fazem isso.

E agora eis o grande segredo de por que as mulheres vão juntas ao banheiro. Não é uma frivolidade. É porque banheiros não são lugares seguros. Meninas, andem em grupo. Matilha de lobas.

Isto é para homens e mulheres. Aquela sua amiga que está bêbada não vai ficar na balada sozinha. Se você não conseguir levar ela para casa, sair da festa com você, você vai ter que ficar lá. Amizade é sobre isto. É proteger as amigas.

Encontros às cegas tipo Tinder. Lugares públicos. Avalie se é legal levar para sua casa ou ir para casa sozinha. Se você for fazer isto, avise uma amiga que se disponha a ligar de hora em hora.

Amiga empata foda? É amiga empata foda, mas é melhor você ter que ficar respondendo uma amiga “está tudo bem, está tudo bem, está tudo bem”, é melhor isto do que estar tudo bem e você não ter o que fazer.

Confie nos seus instintos. Achou que a situação está difícil, achou que tem alguém te perseguindo, entra no ônibus mesmo que você não tiver dinheiro. Entra numa loja, entra num lugar onde tenha gente e que tenha câmeras.

Coisas que você pode fazer para se defender se o homem vier para cima de você, além de gritar. Espalmar a mão no nariz. Ponto frágil. Morder, joelhada no saco, dedo no olho, chave no olho. Isto não é violência, é legítima defesa.

Fazer um curso de defesa pessoal é uma coisa que mulheres deveriam fazer. Quando você fizer isso e o cara ficar atordoado, você saia correndo, porque se ele se levantar ou se ele voltar e vier para cima de você, ele pode vir com mais força.

Percebam que a lista terrível que eu fiz é uma lista que não é para cercear ninguém, apesar de que a gente sabe que nascer mulher é ser cerceada. Espero que ajude, vamos divulgar, vamos se ajudar. Estamos juntas.

Nenhum Comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta

Recomendadas