Velocidade nas marginais puxa alta de acidentes em SP

Folha de S.Paulo publica levantamento e critica prefeito João Doria em editorial: "O tucano simplesmente preferiu deixar de lado a racionalidade administrativa".

Aumentar a velocidade nas marginais Pinheiros e Tietê foi uma das principais promessas de João Doria (PSDB) na campanha pela prefeitura de São Paulo em 2016. Criticou a política do então prefeito, Fernando Haddad (PT), de reduzir os limites, apesar de esta ser uma recomendação internacional, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Folha de S.Paulo fez um levantamento que mostra um aumento no número de acidentes.  “No ano passado, o total de óbitos em acidentes caiu 15,1% – de 1.119 para 950”. “Em 2016, foram 26 [mortes]; neste ano, até outubro, 27”, publicou o jornal.

Leia também:
Saiba por que a rejeição a Doria disparou nas pesquisas

Os limites máximos permitidos nas três pistas passaram de 50 km/h, 60 km/h e 70 km/h para 60 km/h, 70 km/h e 90 km/h respectivamente.

O estudo do jornal analisou os registros policiais de acidentes e submeteu as descrições oficiais a engenheiros especialistas em segurança viária.

“Em 2014, a CET registrou 68 mortes nas marginais. No ano seguinte, quando os limites de velocidade foram reduzidos a partir de julho, o número caiu para 46. No ano passado, foram 26, e, em 2017, a Folha já contabilizou 27”.

“Desacelere, prefeito”

Nesta quinta-feira (7), o editorial da Folha de S.Paulo (“Desacelere, prefeito”) cobra de Doria uma mudança.

“A literatura mais consensual aponta relação nítida entre maior velocidade dos veículos e mais mortes no trânsito. Um dos modos mais óbvios e baratos de salvar vidas, pois, é reduzir as máximas permitidas nas vias. Foi o que se fez em São Paulo, com sucesso a partir de julho de 2015”.

“Doria, atento às pesquisas que apontavam a impopularidade dos limites entre os motoristas paulistanos, prometeu ampliá-los – felizmente, apenas nas marginais e não na cidade inteira. Aqui, seguiu-se o manual do populista, não o do bom gestor”.

Além do editorial, o jornal publicou uma galeria de imagens com a foto e a história das 27 vítimas de acidentes nas marginais Tietê e Pinheiros neste ano.

Nenhum Comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta

Recomendadas