Sérgio Moro sabe tudo. Menas português.

Do alto de sua sapiência, o meritíssimo Juiz Federal insulta Camões, espanca o idioma nacional e confunde “coleta” com “colheita”. Mas isso não vem ao caso.

Como o sabem até as arapongas paranaenses (atenção, revisão! É AS arapongas, não OS arapongas), o juiz Sérgio Moro é um homem cultíssimo.

Bacharel, mestre e doutor em Direito, o meritíssimo cursou também, entre outros, o programa de instrução de advogados da Harvard Law School e o Programa de Estudos sobre Lavagem de Dinheiro do Departamento de Estado dos Estados Unidos.

Moro sabe tudo, mas não sabe português. Em dois despachos diferentes, por exemplo, ele insiste em chamar de “colheita” a coleta do depoimento do ex-presidente Lula. Repito, para que não se possa atribuir o erro à digitação: foram duas vezes, em dois documentos diferentes.

 

 

 

Se viva fosse, a dona Pité, que me ensinou as primeiras noções de português (na época se chamava Língua Pátria), faria com ele o que fez comigo dezenas de vezes: quebraria uma régua na cabeça do pequenino meritíssimo e ordenaria, severa:

– Sérgio Fernando, vá para a lousa e escreva cem vezes, para não esquecer jamais: “colheita” é de milho e mandioca; de depoimento é “coleta”.

 

Leia também

Errei, sim. Manchei o meu nome.

 

220 Comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Pablo Lopes

28/07/2017 - 17h01

Pronto! agora a sentença pode ser anulada. Moro errou (errou mesmo?) na grafia de coleta.

Lula, o sábio, ao menos tem a desculpa de ser analfabeto…

Responder

    Otavio

    14/08/2017 - 06h26

    Esta tua prática, Pablo, de minimizar críticas atacando outros, é conhecida e sintomática.
    Tu serias capaz de apontar um erro em algum dos milhares de documentos que Lula assinou nos 8 anos de Presidência?

Zé luis

27/07/2017 - 07h32

Certamente esse suposto erro de português do juiz é muito mais grave do que os crimes cometidos pelos que são defendidos por aqueles que os da esquerda tanto defendem. Poderiam aproveitar essa onda de correções gramaticais e botar o réu também nessa análise.
Quantos segundos aguenta o Lula numa análise desse tipo?
Depois de esmiuçarem a vida do nobre juiz por tantos anos só acharam isso?

Responder

    Otavio

    14/08/2017 - 06h24

    Esta tua prática, Pablo, de minimizar críticas atacando outros, é conhecida e sintomática.
    Tu serias capaz de apontar um erro em algum dos milhares de documentos que Lula assinou nos 8 anos de Presidência?

Iara

13/07/2017 - 21h48

Coleta e colheita são sinonimos, portanto o juiz Moro não errou.

Responder

Luiz

12/07/2017 - 23h14

Queria eu não saber escrever COLHEITA e ganhar o salário dele, ter o conhecimento dele, e até mesmo ter a formação que ele tem.

Responder

Mari Santo

04/06/2017 - 19h59

Sérgio Moro eu sei quem é…mas quem é Fernando Morais mesmo?

Responder

    JOSE ROBERTO CERRATO

    05/06/2017 - 16h44

    É um petista boçal !

    Pedro Saturnino Vieira Magalhães

    07/06/2017 - 13h58

    Vc está perdida aqui? Não sabe onde está? Sinto muito!

    Maurilio

    10/06/2017 - 04h35

    O ignorante não tem vergonha de passar por ignorante porque sua ignorância não lhe permite medir o tamanho de sua ignorância…. Poderia ter guardado sua falta de conhecimento para você mesma!

    Carlos Valentin

    13/06/2017 - 13h28

    Esta no lugar errado, vai embora, vai bajular o seu juiz fantoche golpista.

    Jason

    13/06/2017 - 22h47

    É o seu pior pesadelo!

paulo piva

04/06/2017 - 15h03

Vale como lição de prudência e exercício de honestida. Em tempos de rapidez e liquidez niilista, muitos que escrevem estão escrevendo antes de pensar precisamente no que escrevem; estão escrevendo no impulso, no impulso ideológico, no impulso do preconceito. Não precisa ser tão cristão assim na sua penitência, camarada Fernando. Moros, Dallagnois e outros concurseiros decoradores de apostila, para a infelicidade da justiça brasileira, continuam sendo os filhinhos elitistas da classe média reacionária que odeiam Lula e o PT. Seu erro não engrandece em nada esses tristes personagens

Responder

José Eduardo Peixoto

04/06/2017 - 05h34

Muito relevante a objeção que o nobre intelectual faz ao possivel erro do juiz Sergio Moro!!!! Penso que o domìnio do idioma de que ele supõe ser dono seria muito mais útil se ele se propusesse a escrever sobre a triste realidade do ensino brasileiro, em que 85% dos estudantes de escolas púbicas do ciclo básico de ensino saem semi analfabetos, problema que se acentuou nos 13 anos de gestão do partido de quem o autor de A ILHa é simpatizante.
A mim, simples mortal, longe de tamanha ortodoxia, soa muito melhor ouvir que “o juiz colheu o depoimento” do que “o juiz coletou o depoimento.

Responder

    Marcio Tomasi

    04/06/2017 - 11h46

    Pera ai, ficaria melhor dizer, – o juiz ouviu o depoimento e o escrivão o transcreveu.

    Colher algo abstrato fica difícil.

    Quanto ao governo do PT, espere uns dois anos com o que está ai. Você vai ter saudade do Lula. A verdade é filha do tempo.

    O ensino é ruim, mas um juiz concursado deve ter cuidado com o que escreve ou então tomar cuidado em assinar o que não escreve.

DJ

03/06/2017 - 22h31

O que eu sei é que o sr. Lula não sabe escrever nem as palavras “logo, logo serei inquilino na papuda”.

Responder

    UBIRAJARA TERRA

    04/06/2017 - 08h27

    Essa história de erro de linguagem (escrita ou falada), realmente não vem ao caso. O que importa é que o Juiz está com uma tremenda batata quente nas mãos enquanto cumpre ordens do Poder Executivo que mancham a integridade do Poder Judiciário. O ex-Presidente Lula pode não ter tido a oportunidade de ser um letrado, um filhinho de papai ou netinho de vovô rico, mas ele é um homem do povo que não é corrupto e que, pelo que determina a Constituição Federal, exerceu o direito como cidadão de candidatar-se a Presidência da República e, o que importa mais, de vencer as eleições durante dois mandatos. Como ele mesmo afirmou: Quem tiver culpa terá que pagar!

    Joao Mezzomo

    04/06/2017 - 10h06

    E vc também não sabe, pois entre os dois “logos” não vai vírgula sua anta!

    Carlos Valentin

    13/06/2017 - 13h30

    Não vai, senta babaca, pois você vai cansar de esperar.

    Zé luis

    27/07/2017 - 07h36

    Homem do povo que só anda de jatinho, tem contas milionárias, tem previdência privada é só se trata nos mais burgueses dos hospitais? Tão do povo quanto o Fidel.

Michelliny

03/06/2017 - 14h02

Muito boa matéria. Não entendo o porque de tanto alvoroço por parte das pessoas levam logo para o lado político. Gostei das observações está de parabéns espero ver outras matérias como esta.

Responder

Luiz Soares

03/06/2017 - 13h50

Quem comentou não tratou de olhar o Dicionário! “Colheita” dentre outras definições: O q se recolhe ou recebe!!

Responder

Sidney Niro

03/06/2017 - 13h27

E o sujo falando do mal lavado.
Na chamada da reportagem o cavalo que escreveu. Colocou MENAS em vez de MENOS.
ANTES DE FALAR DOS OUTROS OLHE SEU RABISTECO PRIMEIRO.

Responder

    inacio pereira

    03/06/2017 - 13h59

    Hummmm…..não percebeu a ironia…

    Dinalva

    03/06/2017 - 14h09

    Sr. Sidney
    O senhor já ouviu falar em ironia???
    Recomendo-lhe Machado de Assis.

Maria Thereza

03/06/2017 - 12h56

Disse um famoso, antigo, que a mídia nunca erra quando aposta na ingenuidade política de seus leitores (talvez, na época nem existisse tv). Estava certo. Se o problema do juizeco fosse apenas com o português, de resto bastante complicado mesmo, a gente dava de barato. Mas ele é apenas um concursado, com mestrado e doutorado, mas sem tirocínio, sem agudeza de raciocínio, sem respeito às leis. Se não bastasse todas as ilegalidades, arbitrariedades e chutes na legislação, o simples fato de apresentar a um depoente um documento sem assinatura já seria suficiente pra ficar completamente desacreditado. No entanto, aí estão aparecendo adoradores do juiz que age à margem da lei, desde sempre.

Responder

    Eronei Leite

    23/07/2017 - 20h54

    Sabe-se lá como foi que o meritíssimo conseguiu passar neste concurso, hem? Será que mocinhos brasileiros precisam estudar para passar em concursos de alto nível?

Bruno Timoteo

03/06/2017 - 11h40

É só um detalhe, amigo. Quem escreve e se pronuncia muito bem é o Eduardo Cunha, o Lula, o Genuíno, o Temer e o Aécio. Procure escrever algo mais produtivo, crítica precisa ter fundamento!

Responder

Naldo

03/06/2017 - 11h08

Colheita está errado mesmo, e não estão moralizando nada, que o diga a Sra. Cunha e seus milhões na Suíça, na hora h tremem como vara verde. Parabéns sr. Fernando Morais, os cães ladram, a caravana passa…..

Responder

Carlos

03/06/2017 - 10h26

Jornalista (?) que não conhece termos jurídicos fala besteira!!!!!
Porque não perde seu tempo em esmiuçar se houve erros de português pelo depoente. Vai ficar feliz!!!!

Responder

Arthur

03/06/2017 - 10h14

Esse idiota em vez de procurar o que fazer, vem criticando quem está moralizando o país,vou deixar aqui meus pesames pra você que certamente prefere um lula (obs: lula com l minúsculo, porque ele não merece nem nome com começo maiúsculos) da vida, que fala e se comunica perfeitamente, você deve ser um porco, porque quando o lula está falando mas parece isso. Vou deixar uma dica aqui pra você que escreveu essa merda tentando corrigir nosso digníssimo Juiz Sérgio Moro. Convida a corja toda do pt com lula e dilma e os do psol tbm e vão pra cuba ou venezula. Sumam do nosso país seu babaca.

Responder

    João Vieira

    03/06/2017 - 14h40

    Moralizando o país?!… Menos, Seo Artur, menos. O Brasil não precisa de moralismos hipócritas, nem de falsos moralistas. Precisa sim de Verdade verdadeira, Justiça justa (assim, pleonasticamente), de redução do principal problema que é a abjeta desigualdade social. Falso moralismo só faz a situação piorar.

Marcos

03/06/2017 - 10h05

Cabe lembrar aos aduladores do Moronarola de Maringá, tão zeloso julgador ( menos com a mulher do Cunha, que ninguém é de ferro né….) , que ele é reincidente no mau uso do vernáculo : Quando ele usou o termo Câmera dos deputados ( diversas vezes ), é um neologismo ou um grosseria mesmo ? Não fica bem para tão laureado e douto jurista estes deslizes com a língua de Camões….
Moronarola e seus séquito de puxa-sacos precisam saber que Moralista tem de dar exemplo sempre, na fila da pão, no despacho judicial , no Facebook da esposa, no cumprimento servil ao ladrão temer, em Harvard ou Maringá ….

Responder

Homero Cassiano

03/06/2017 - 09h52

O Juíz Moro pode ter cometido erros jurídicos e até gramaticais, não esse. Colheita e coleta são sinônimos no mundo jurídico e em qualquer dicionário. Estamos com muitos problemas no Brasil, um deles é a desonestidade intelectual.

Responder

Ana Cristina Luna

03/06/2017 - 09h15

Peço ao autor do texto que consulte o dicionário, onde poderá aprender que colheita é sinônimo de coleta. Bjs de luz

Responder

Estela

03/06/2017 - 08h53

Deixa O nosso magnífico Sérgio Moro falar coleita ou colheita, diante de tanto roubo e gente safada sugando o Brasil…
Sr., Publique matérias construtivas, em vez de ficar apontando erros de Português…
Nosso magistrado, vai muito além do que isto.

Responder

    Estela

    03/06/2017 - 09h18

    Eu digitei errado também, este nosso corretor ortográfico….nem sempre relemos o que digitamos

Ciça Folter

03/06/2017 - 08h37

Matéria ruim.

Responder

Novaes

03/06/2017 - 08h33

Moro Fernando já tem o pedido de prisão de Temer.

Responder

Aldo

03/06/2017 - 08h08

A nossa sábia e letrada esquerda não perde o vício e a pretensão de querer ser exemplo de integridade… que não é, nem foi em momento algum. Fernando de Moraes, como outros ilusionistas, ainda não se cansou de vender ilusões manchadas de sangue de inocentes ignorantes.

Responder

Ordinary Reader

03/06/2017 - 07h39

Caro Fernando, você é ridículo. Isso não o desqualifica. Essa matéria é ridícula. Esse blog é brega e você, piegas.

Responder

Volin Rabaah

03/06/2017 - 07h37

Realmente erro de portugueis eh desperdoavel prum juis sem caracter. Eu divia tá lá . Ou vossê

Responder

Adriano

03/06/2017 - 07h21

Se ele escreveu errado não vem ao caso..o importante são os bandidos na cadeia…e procurem algo mais interessante pra publicar.

Responder

Leandra

03/06/2017 - 07h15

Não acredito q gastei tempo p ler uma matéria tão nojenta, Moro está lutando por um país melhor idiota. Não é sua crítica de erro de português q vai tirar foco nossa juiz.

Responder

Durval

03/06/2017 - 07h15

Materia idiota e imbecil.

Responder

Fernando

03/06/2017 - 07h13

Inteligente e com um português impecável mesmo é o Sr. Lula .

Responder

Reginaldo Boettger

03/06/2017 - 07h08

O desespero, daqui a pouco vão alegar que o Sergio Moro é desqualificado pq peida fedido…kkkkkk
Bando de LADRÕES filhos da puta

Responder

    Carlos Valentin

    13/06/2017 - 13h32

    Desqualificado não é, mas idiota sim, como os que o idolatram.

Ana Cristina

03/06/2017 - 07h01

Que bola fora, Fernando Morais!

Responder

Mailton Sousa

03/06/2017 - 06h39

Amigo crítico do português, creio que o Moro não tem tempo para ficar escrevendo petições ou seja lá o que for. Creio que foi uma escrevente ou se tiver sido o Moro que mau tem? Colheita sim, pois depois de colher alguns grãos de informações e os grãos sendo de péssima qualidade, toca fogo em toda a plantação do joio.

Responder

Juarez Madeira

03/06/2017 - 04h56

Acho importante comentar sim. Bem instrutivo. Alguns precisam. Isso não tira o mérito do Juiz. Não foi a idéia do Autor. Agora, sobre o ” ilustre” Sr. Luiz Inácio, não há necessidade de comentar, pois seu português é impecável.

Responder

    Allex

    03/06/2017 - 14h54

    E tornou-se um dos maiores presidentes da história deste país. Ajudou a tirar milhões da miséria, elevou o Brasil é protagonista internacional e manteve a economia em ótima condição.
    E você, quem é você, além de um comentador ingênuo?

Paulo Varela

03/06/2017 - 04h51

A maioria aqui ainda nao percebeu que o comentário do Fernando Moraes apenas quer questionar, com os vários erros de português observados no expressar do Dr Moro, que ele provavelmente passou num concurso “arranjado” da Justiça.

Responder

Juarez Madeira

03/06/2017 - 04h50

Acho importante comentar sim. Bem instrutivo. Alguns precisam. Isso não tira o mérito do Juiz. Não foi a idéia do Autor. Agora o ” ilustre” Sr. Luiz Inácio, não há necessidade de comentar, pois tem um português impecável.

Responder

Oscar

03/06/2017 - 03h34

Que lixo de matéria. Tentam a todo custo achar alguma coisa contra o homem que está acabando com a farra dos saqueadores do Brasil. Primor de português correto é o do Lula e da Dilma. Fala sério​!

Responder

Daniel

03/06/2017 - 03h17

Não gostei dessa matéria.

Responder

Rodrigo

03/06/2017 - 03h14

Quem vai dar lições de língua vernácula a ele? A Dilma? O molusco barbado????
Pelo menos o juiz Sérgio Moro conhece e RESPEITA as leis.

Responder

Ozzi

03/06/2017 - 03h01

Senti um arzinho de inveja do monstro Moro. “Catar” dois erros de português em uma monstruosidade de documentos que o juiz escreve todos os meses? Vá se catar.

Responder

Jose

03/06/2017 - 02h44

Que juiz é esse que comete erros primários como dizer “menas”, “câmera dos deputados”, além de “colheita” ao invés de “coleta”, e outras boçalidades.
Isso está muito estranho.

Responder

Luiz Claudio Costa

03/06/2017 - 01h05

Ei você aí!
O Juiz Sérgio Moro está certo, são tantos safados, tantas coisas absurdas a ouvir que não podemos chamar de coleta de dados, mas sim Colheita.
O que ele está fazendo é uma COLHEITA de VAGABUNDOS, COLHEITA de FALCATRUAS, COLHEITA de PROVAS. Enfim não dá para coletar, tem que fazer uma COLHEITA mesmo. Espero que seja feita uma COLHEITA desses vagabundos, não para aumentar o PIB com o aumento da safra de Grãos, mas para colocar tudo que foi COLHIDO na CADEIA. Vai ver se estou na esquina e se preocupa com o que realmente importa. Está defendendo os vagabundos tentando minimizar a importância do Juiz? Deve ser COLHIDA também.
Att, Luiz Claudio Costa.

Responder

Aline

03/06/2017 - 00h49

João Lister,concordo plenamente com vc. 😂

Responder

Luiz Carlos Porto

03/06/2017 - 00h48

Oras pois pois, és tu ó filho de um caraleo um português?

Responder

Hack

03/06/2017 - 00h35

Colheita = ato de colher; arrecadação, coleta. Parece que alguém aí não é tão professor assim, não é? Quem sabe na próxima, aproveita para pesquisar.

Responder

Geraldo

03/06/2017 - 00h29

Q asno + desocupado. Matéria tão vazia Qt o cérebro q a idealizou

Responder

Pedro

03/06/2017 - 00h20

Parabéns Fernando Morais, você é um jornalista excelente que nem estuda sobre o que esta publicando! Ao invés de defender seu “cumpanhero” atacando o juiz Sérgio Moro sem nenhuma base de português, escute alguns dicursos do Lula, esse sim é uma porta que não sabe ler e escrever, bem parecido com sua importantíssima matéria!!

Responder

Mirene

03/06/2017 - 00h05

Até errando ele sabe mais.
Sabe, ter uns massa de fiéis seguidores que o defende de qualquer um. Inclusive de vc.
Quem de nós nunca errou mesmo com tantos editores.
Hoje o nocaute teve seu nocaute.

Responder

Jimmisix

03/06/2017 - 00h02

Pela mãe do filho dela…a pergunta é: por quê eu eu estou lendo esse Post, e segundo por quê estou comentando?!? Melhor mesmo é ter um tiplex, não triprex, tipex…ahhh, quadriplex, quintolex…rsrsrsrs

Responder

Anderson

03/06/2017 - 00h02

Vermelhos hipócritas. Querem continuar no atraso de um país de bosta, manchado de corruptos, que legislam em favor próprio e pousam de salvadores da pátria. Por quê vocês não vão “colher” uma vara e enfiar no meio do rabo?

Responder

Papacú

02/06/2017 - 23h59

Que site feito por trouxas, como se isso tirasse o valor do trabalho do super Moro

Responder

Vitor

02/06/2017 - 23h43

O blogueiro aqui só pode estar querendo um minuto de fama as custas do juiz mais famoso e corajoso do País.
Nem razão alguma assiste a esta matéria. Se pesquisar direitinho em alguns dicionários, verás que o termo “colheita” tem também o significado de: ato de receber, reunir, colher. Sem distinção de objetos.

Vá pesquisar jovem. E deixa de lado a raivinha do juiz que está passando a limpo o país e retornando o dinheiro roubado do povo aos cofres públicos.

Responder

Vinicius

02/06/2017 - 23h39

U donu deci saiti é un paracita i eza materea e totaumenti imciginefecamti

Responder

    Vinicius

    02/06/2017 - 23h41

    Apaga logo meu comentário!

Marlene

02/06/2017 - 23h36

Aff…até parece que nunca se ouviu falar em corretor ortográfico que vive pondo as pessoas na maior saia justa

Responder

Moisés gutto

02/06/2017 - 23h35

O importante é : colocar bandidos na cadeia.

Responder

Rosana Lamana Faria

02/06/2017 - 23h33

Gaste um tempinho, consulte um dicionário e verá que coleta e colheita são sinônimos.
Como disse um outro leitor, quem fala e escreve bem é o Lula.
Por que você não vai procurar o caminhão de onde caiu?

Responder

Esequias

02/06/2017 - 23h15

Cê tá de brincadeira com um artigo desse.

Responder

Gelson

02/06/2017 - 23h08

Aí Moraes, já se mancou?

Responder

Sebastião Matos Neto

02/06/2017 - 22h58

Afinal, esse tal moro é agricultor?

Responder

Eduardo Sandt Pessoa

02/06/2017 - 22h56

No final, o grande ignorante em Português chama-se….. Fernando Morais. Não foi surpresa! Colheita é termo técnico em Direito. Moro está corretíssimo e o artigo foi uma vão tentativa de denegrir a imagem de um brasileiro sério e honesto, ao contrário do guru do autor, um tal lula.

Responder

Andressa

02/06/2017 - 22h38

Ôpa… Quem fala bem e escreve muito bem é o nosso ex presidente, Lula.
Esse texto mudou a minha vida!!

Responder

    Ines

    02/06/2017 - 23h20

    Sim, mas Lula não é juiz de direito. Como este juiz passou no Concurso para magistrado com este português?

    Aldo

    03/06/2017 - 08h04

    Muito bem dito, Andressa! Lula e Dilma, expoentes máximos do blogueiro Fernando, mal balbuciando o abecedário.

    Di Hernandes

    03/06/2017 - 09h39

    Opa!! Verdade. Esqueci que o ex-presidente Lula é bacharel, mestre e doutor. Como tal, deveria mesmo falar e, principalmente, escrever melhor.

    Allex

    03/06/2017 - 11h47

    Pra você ver: Lula, só com o ensino médio, é o maior presidente da história do Brasil. FHC (o entreguista elitista), ex professor e metido a intelectual, entregou o país quebrado. É só pesquisar e comparar os números. Conclusão: pra ser presidente de um país é necessário muitos outros talentos do que meramente escrever bem. Agora juiz que escreve mal, aí complica. E a propósito: provavelmente ele só assina. São os assessores que escrevem essas obras primas do direito.

Ana

02/06/2017 - 22h27

Vocês só podem estar loucos. Uma besteira dessa acha que vai desqualificar quem está moralizado o país? Se manca idiotas medíocres.

Responder

    Nelson Muniz Barretto

    02/06/2017 - 23h06

    Ana, fosse apenas um erro de português já seria grave para um juiz. O que me preocupa é sua parcialidade. À propósito, se você esta escrevendo no plural conjugue o verbo mancar igualmente no plural. Seria se manquem e não “se manca.”

    Jeff Teixeira

    03/06/2017 - 07h19

    Vc está absolutamente certa querida não encontraram nada contra o nosso amado Sergio Moro devia se pré upar sim em ir para as ruas e colocar todos esses bandidos principalmente Luladrão e familia, Renân Calheiro e familia, José Sarno e familia entre outros vivendo hereditariamente nas tetas do País cambada de vagabundo, corruptos, incompetentea, assassinos e ladrões

    Carlos Távora

    03/06/2017 - 08h37

    Moralizando o país?????? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk inocentando a esposa do Eduardo Cunha, a Cláudia Cruz???? Esse é muito honesto, aposto que já recebeu o “dindin” dele!!!

    Di Hernandes

    03/06/2017 - 09h45

    Verdade. DesMoroalizando o país, vc quis dizer. Moça, ele deveria começar a “moralização” pela casa dele, não acha? Assim… conversando sobre as APAES…

    KATIA

    03/06/2017 - 10h00

    MORALIZANDO O PAIS, TA MALUCA, ESTOU VENDO UM JUIZ PARCIAL , APENAS ISSO, UM JUIZ QUE A ESPOSA TRABALHA PARA O PSDB!! ACORDA MUIER…

    Allex

    03/06/2017 - 11h42

    Tem razão, dona alienada. Está mudando o país para pior. Transformando o Brasil em uma súcia de canalhas e delinquentes.

Julio cesar ferreira

02/06/2017 - 22h08

Nao sei o que me fez perder meu tempo lendo essa materia. Nao repare nas minhas palavras sem acentos ou abreviadas. Isso foi proposital. Nao qro ser alvo de suas materias amanha! Que Deus nos de bons profissionais de comunicaçao….

Responder

    Fhabiane

    03/06/2017 - 01h09

    Obrigada Margaridas, em meio a tantos comentários que nada acrescentam o seu nos ajudar a entender 😉

Ricardo

02/06/2017 - 22h00

Leva a mal não mas publicar um artigo desse só pra falar de um erro de português do Moro, tenha paciência! O cara tá tentando dar um jeito no Brasil e é isso que conta!

Responder

    Roberto

    02/06/2017 - 22h26

    Santo Moro…..

    Maria de Lourdes

    03/06/2017 - 08h36

    Tanta coisa séria para revolver , mais que o Lula ele não erra .
    Deixa o juiz Sérgio Moro trabalhar .

    Allex

    03/06/2017 - 11h50

    Sei…igual a papai noel, saci, coelhinho da páscoa. Você deve ser do tipo que acredita em qualquer coisa que lê ou assiste por aí. O seu herói juiz é só um esquerdofóbico deslumbrado a serviço das elites predatórias.

Elizete

02/06/2017 - 21h59

Será que ele não estava querendo dizer que colheu depoimentos?
Eu um dia disse em sala de aula que gosto de mionese…maionese com milho.
E pensando beeeeem. Da para ser uma colheita sim.

Responder

Davi

02/06/2017 - 21h46

Kkkkkk kkkkkk. Além de ser uma matéria totalmente pífea, uma simples olhada até um leigo saberia que pode ser um erro ortográfico sim, visto ser uma cópia em partes um texto do outro.
Afinal de contas, em que isso denigriria a imagem do pequenino magistrado?
Relata aí os erros da deposta, ou não pode indicar as burrices de quem bancava os gastos?

Responder

Frederico almeida

02/06/2017 - 21h45

Corrigir o erro sempre é válido mais diz o ditado:quem não erra nada sabe.

Responder

    Nina

    03/06/2017 - 00h51

    Legislação direta

    Artigo 475 do Decreto Lei nº 3.689 de 03 de Outubro de 1941
    Art. 475. O registro dos depoimentos e do interrogatório será feito pelos meios ou recursos de gravação magnética, eletrônica, estenotipia ou técnica similar, destinada a obter maior fidelidade e celeridade na colheita da prova. (Redação dada pela Lei nº 11.689, de 2008)
    Parágrafo único. A transcrição do registro, após feita a degravação, constará dos autos. (Incluído pela Lei nº 11.689, de 2008)

Nize

02/06/2017 - 21h21

durante o depoimento de Lula, em Curitiba, se passou mais ou menos assim: ” sr ex-presidente o terá
algumas perguntas difíceis mas se não “QUERER” não precisará responder.

Responder

    Jotabe

    03/06/2017 - 01h02

    Corretíssimo….acho q a amiga precisa rever seu português…abraço

Mharcus Gobaerthus

02/06/2017 - 21h18

Coleta ou Colheita. Para mim, tanyo faz. Ambas têm o sentido de “recolher algo”. O que importa é apenas o chefe dos aprarvalhados PTrouxas na cadeia. Adivinha qual o nome dele???????

Responder

    Allex

    03/06/2017 - 11h53

    Quando o morinho, dalaguinhol e janotinha forem presos por crimes contra o Brasil, espero que você esteja vivo pra se dar conta de como é ingênuo. Lula 2018! ou quem ele indicar para salvar de novo esse triste país de tristes figuras.

Sergio

02/06/2017 - 20h56

Bebo que é líquido porque se fosse sólido eu a comeliakkkkkkkk💰

Responder

Lucio Amorim

02/06/2017 - 20h45

Quanta pobreza de português, o Doutor Sérgio Moro usou linguagem forense técnica; Colheita de provas corretíssimo e demais esses defensores da corrupção quando defende o Lula são farinha do mesmo saco.

Responder

    Lucio Amorim

    02/06/2017 - 21h15

    O Dr Moro está mudando a cara do Brasil um país mais justo.

Jaribe pedroso

02/06/2017 - 20h43

Será que é ele mesmo que digitou?

Responder

Leda Barbosa Sardou

02/06/2017 - 20h37

Nao importa o erro de Portugues o que importa é que ele é um Jurista Conceituadissimo! Quem não comete erros de Português?

Responder

    katia

    03/06/2017 - 12h21

    É melhor cometer um erro de português do que cometer a vida inteira roubando e não admitir os seus roubos.

Rafael Ciocheta

02/06/2017 - 20h29

Putz!!
Primeiro: Colheita e coleta são sinônimos.
Segundo: Quando não se têm argumentos é muito normal o que vc está fazendo, que é atacar os que estão certos por coisas que os ignorantes acham que estão erradas.
Moro está certo e ponto.
Primeira e última vez que perco meu tempo lendo este blog.

Responder

Cacilda G, de Lima

02/06/2017 - 20h26

Sr. Fernando Morais ; vc. precisa estudar e encontrar uma outra forma de aparecer na Mídia, pois essa não deu.

Responder

Igor Oliveira

02/06/2017 - 20h22

Nossa que grande notícia!! Com certeza mudará o rumo do país! Francamente…

Responder

Nina B. Rodrigues

02/06/2017 - 20h20

O mais legal desse tipo de matéria é ler os comentários. Acho bonitinho ele falar “câmera”. Será que alguns que aqui comentaram sobre o “menas” do Fernando acharam que foi erro e não ironia? Kwákwákwá

Responder

Raymundo Neto

02/06/2017 - 20h18

Sobre a matéria acima pode-se usar tanto colheita como coleta, burro é quem está criticado o Juiz Sérgio Moro.

No contexto em apreço, ambas as palavras estão corretas; a diferença reside na variedade de português em que ocorram. Assim, no português europeu, usa-se «colheita de sangue/sémen» (também se usa «recolha de sangue/esperma»), reservando-se coleta para uma recolha de fundos (exemplos atribuídos ao português europeu no Corpus do Português de Mark Davies e Michael Ferreira):

«[…] a equipa deve ser constituída por três médicos, nenhum dos quais poderá pertencer nem às equipas de colheita nem de transplante […]»;

«É, muitas vezes, nesse preciso momento que as pessoas sentem na pele a importância da colheita de sangue. […]»

«A experiência consiste em fazer uma colheita no sangue de linfócitos T […]».

No entanto, no Brasil, favorece-se «coleta de sangue», conforme se depreende da respetiva definição no Dicionário Houaiss, s. v. coleta: «ato de colher ou recolher (produtos, elementos, amostras etc.) para estudo, análise, exame etc. Ex.: c. de dados, de informações, de sangue.» No mesmo dicionário, a definição de colheita não associa esta palavra à recolha de líquidos orgânicos.

Refira-se, a título de curiosidade, que colheita e coleta têm o mesmo étimo latino: collecta, ae, «”cota-parte, coisas coligidas, colheita”, der[ivado] de collectus, a, um, part[icípio] pas[sado] do v[erbo] colligĕre, “reunir, juntar, apanhar”» (Dicionário Houaiss). Trata-se de formas divergentes, tendo colheita surgido por via popular, enquanto coleta é vocábulo introduzido em português por via erudita.

Carlos Rocha 21 de janeiro de 2013

Responder

    Jotabe

    03/06/2017 - 01h06

    Amigo você triturou o cara kkkkk ta certo q ele é ignorante mas nao precisava esbanjar sabedoria kkkk parabéns.abraço

    Ana Cristina Luna

    03/06/2017 - 09h16

    Obrigada.

Linaldo de Jesus

02/06/2017 - 20h16

Enquanto isto, 14milhões de desempregados e uns …. tentando difamar uma pessoa que vai por na cadeia muitos ladrões de Alto escalão.

Responder

Wellington Francisco

02/06/2017 - 20h12

Na real mesmo, falemos a verdade: tu é um jornalista de 5a categoria, hein camarada?

Responder

Marcos

02/06/2017 - 20h05

Ao menos poderia o ilustre “articulista” pesquisar no dicionário antes de falar essa bobagem. Pode ser colheita, ato de colher, como coleta. Tanto faz. Colher provas, colheita de provas. Está certo ! O pai dos burros é sempre útil.

Responder

EDIVALDO ARAUJO DANTAS DANTAS

02/06/2017 - 20h03

Nós vai devagarinho até chegar na fazenda e coer macaxeira e mi.

Responder

Luiz Silveira

02/06/2017 - 19h59

Vá aprender portugues. Antes de escrever “menas” e antes de postar esse absurdo, pesquisa no “Aurélio” o significado da palavra “colheita” seu analfabeto:

“Segundo Kolmar, a liberação dos cientistas não atrapalhará o processo, pois “a colheita de provas se deu de forma ampla no momento da prisão”.
Essa é a colheita em relação ao Lula.
Folha de São Paulo, 23/07/2009

Responder

Zeni Rodrigues

02/06/2017 - 19h54

Vai ver que, modernamente, ” depoimento dá em árvore”, daí que o culto magistrado resolveu colher.

Responder

Luiz André Albuquerque

02/06/2017 - 19h51

Boa noite ! Pelo visto, o Sr. Fernando Moraes não sabe nada, sequer português… O Aurélio aceita coleta como sinônimo de colheita. E a expressão “colheita de provas” é amplamente utilizada no judiciário e até na lei (vide Código de Processo Civil, artigo 454, parágrafo 3º). Precisa sentar na cadeira e estudar mais, ao invés de tecer comentários desprovidos do mínimo de inteligência. Risível !

Responder

Manoel M Hauck

02/06/2017 - 19h47

Dr. Moro, parabéns. Deus esteja convosco sempre. Quem for contra o senhor, é contra às coisas honestas. Que todos os bondosos amigos orixás o defendam.

Responder

Rodrigo Rossi

02/06/2017 - 19h35

Vai ver ele ficou atordoado ao estudar tanto assim essa tal de “colheita”:
MORO, S. F.. Colheita compulsória de material biológico para exame genético em casos criminais. Revista dos Tribunais (São Paulo. Impresso), v. 853, p. 429-441, 2006. ( In: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K8747305D4 )

Sobre Coleta compulsória de material biológico, ver a Resolução nº 3 de 26/03/2014 / MJ – Ministério da Justiça:
https://www.diariodasleis.com.br/legislacao/federal/227189-coleta-compulsuria-de-material-biolugico-dispue-sobre-a-padronizauuo-de-procedimentos-relativos-u-coleta-compulsuria-de-material-biolugico-para-fins-de-inclusuo-armazenamento-e.html

Responder

Alex

02/06/2017 - 19h32

Que tal corrigir o Lula, que disse: “Vai chegar um dia em que o Willian Bonner me PEÇA desculpa”, ao invés de “me pedirá”. De onde ele tirou a ideia de usar o imperativo (ou o presente do subjuntivo) no lugar do futuro? Só se ele quis dizer o seguinte: “Vai chegar um dia em que [eu vou fazer com que] o Willian Bonner me peça desculpa [sob ameaças ou até mesmo tortura, quando eu retomar o poder e implantar o bolivarianismo]”. Ou então foi um erro crasso de português, mesmo.

Responder

    Jotabe

    03/06/2017 - 01h09

    Matou….humilhou..kkkk parabéns

Valeria

02/06/2017 - 19h21

Dr. Moro está certíssimo. É colheita mesmo. Ele deve estar “plantando” provas para depois “colher”. Tem que procurar entender o espírito da coisa. …

Responder

    Waldeci

    02/06/2017 - 20h04

    Amei seu comentário, Valeria!

    Fran

    02/06/2017 - 20h49

    Ditado popular: “o macaco senta no próprio rabo e só ve dos outros.” menas português ou menoooosss portuguê.?

    Fran

    02/06/2017 - 20h50

    Ditado popular: “o macaco senta no próprio rabo e só ve dos outros.” menas português ou menooos portuguê.?

    Fran

    02/06/2017 - 20h54

    Ditado popular: “o macaco senta no próprio rabo e só ve dos outros.” menas português ou menooos portuguê.? Fassa sua autocorreçao antes de querer se importar com o Sergio Moro.

    Vania Martins Marra

    02/06/2017 - 22h18

    Melhor comentário! Condizente com tudo q estamos vendo… Só não vê quem não quer…

    Vania Martins Marra

    02/06/2017 - 22h20

    Melhor comentário! Condizente com tudo q estamos vendo… Só não vê quem não quer… RESPOSTA PARA A VALÉRIA… “FASSA-ME” O FAVOR..

    Alex Sander Santos

    02/06/2017 - 22h26

    Fran, você não percebe que está usando de sarcasmo? Agora, a sua frase “Fassa a lição de casa”, não parece ter sarcasmo, não!

Eliane Deserbelles

02/06/2017 - 19h14

É comum a troca dos significados das palavras quando se mora ou estuda em outros países. É claro que; como a sua área requer perfeição no idioma, as vezes acontece por um lapso…não se assustem!!!!
Português é muito difícil.

Responder

    José Manoel de Oliveira

    02/06/2017 - 20h44

    É comum para as pessoas que não fazem uso do idioma português formal e escrito todos os dias. Não pode ser isso perdoado a um juiz.

tuederd

02/06/2017 - 19h11

nos brasileiros nota 0 em gramática

Responder

giulian

02/06/2017 - 19h06

Na real que ta certo… Ato de arrecadação ou coleta

Responder

Mônica Villela

02/06/2017 - 18h51

Fora MORO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Pedro Rocha Diniz

02/06/2017 - 18h45

Sou analista técnico judicial da empresa e todos os dias leio as petições diversas, não existe uma que não contenha erro.

Responder

    José Manoel de Oliveira

    02/06/2017 - 20h45

    Então tem muito mais idiotas advogando do que eu imaginava.

ELAINE PELUFA

02/06/2017 - 18h43

Matéria Ridícula, inveja mata

Responder

    GERALDO FERREIRA SOUZA

    02/06/2017 - 20h10

    Concordo plenamente

Cesar Kos

02/06/2017 - 18h43

Quem tem medo de Moro é porque tem medo de ser pego. Pelo menos Moro está fazendo a “colheita” dos políticos e empresarios corruptos da maior plantação de estrume já registrado nesse país. Mesmo não sendo, ainda prefiro um juiz analfabeto que luta pelo Brasil, do que um politico cortupto e alfabetizado que roba o País.

Responder

    Pastoro D'andrade

    02/06/2017 - 19h09

    Até o momento, só depoimentos do pessoal do PMDB e PT.
    NENHUM até o momento do PSDB.
    Porque será?

    Eliane Deserbelles

    02/06/2017 - 19h21

    Estou rindo muitokkkk…da sua criatividade, em colocar a palavra COLHEITA No lugar certo.

    Ailton

    02/06/2017 - 19h46

    Boa kkk

Gilson sobrinho

02/06/2017 - 18h42

Esse blog poderia dar outro tipo de notícia escrever errado em nosso país e ser mais humilde e honesto que os letrados. #furodebosta

Responder

Lourival

02/06/2017 - 18h38

Vc é tão inteligente que escreve Menas no lugar de menos . Vá cuidar de sua vida e deixa o juiz Sérgio Moro em paz .

Responder

    Bernardo

    02/06/2017 - 21h10

    Puta que me Paril !!!!!

Wil

02/06/2017 - 18h35

Olha o PETISTA Vagabundo , FDP querendo repreender Sérgio Moro . Ainda que tenha ocorrido um erro pontual não tira o mérito , a inteligência e virtude do juiz. Vai corrigir a plebe que você apoia idiota . Blogueiro de merda. Veja na redes sociais como os apoiadores do petismo e do lula escrevem seu SAFADO do caralho. Peça a lula ou Dilma para escrever em uma frase … PETISTA de merda . Inútil!!!!!

Responder

    REINILDO RIOS VILAS BOAS

    02/06/2017 - 19h04

    Você está nervosa santa?

Nilson

02/06/2017 - 18h34

Engraçado um comentário desses logo de quem Elegeu um ANALFABETO e uma INCAPAZ kkkkk. Da até vergonha alheia viu

Responder

    Gilson costa

    02/06/2017 - 18h39

    Fernando Morais tem toda razão… parabéns pela observação…um juiz que se preze tem de saber escrever o português corretamente…

Sergio Da Rocha Monteiro

02/06/2017 - 18h33

O melhor são os comentários. Kkkkkk
Quando for corrigir alguém, saiba o que está fazendo!

Responder

Antônio

02/06/2017 - 18h27

Matéria ridícula. O que importa é o homem, o que ele faz. A língua portuguesa é de terceiro mundo mesmo é tanto faz do jeito que se fala ou escreve. Isso chama-se inveja, recalque etc. Veja o inglês como é mais fácil em tudo, a conjugação dos verbos, compare com essa língua dos imortais da academia, um asilo de luxo de inúteis…

Responder

Luiz

02/06/2017 - 18h25

Quem mandou ficar escutando demais o Lula.

Responder

DARLEY RODRIGUES AMARAL

02/06/2017 - 18h19

colheita
substantivo feminino

1. …
2. …
3.
ato ou efeito de colher; colhimento, arrecadação, coleta.
4. …

Os substantivos são sinônimos, seu ignorante e pseudo-intelectual.

Responder

    Thyne

    02/06/2017 - 18h50

    Putz, obrigada!
    Valeu mesmo.
    O que vejo nesta matéria é falta do que falar. Enquanto crítica porcaria da coleta/colheita, as propinas continuam rolando soltas.

Fermino luiz

02/06/2017 - 18h17

Nossa, quantos comentários de baixíssimo nível. Porque tanta agressividade de algumas pessoas. Isto não contribui em nada, descarregue de outra forma. Comente de uma forma mais inteligente !

Responder

    Iara almeida

    02/06/2017 - 21h11

    Concordo com você

Elias Ramos

02/06/2017 - 18h15

Matéria absolutamente inútil. Vá trabalhar, vá arrumar alguma coisa útil pra fazer.

Responder

DARLEY RODRIGUES AMARAL

02/06/2017 - 18h14

Código de Processo Penal, Art. 475. O registro dos depoimentos e do interrogatório será feito pelos meios ou recursos de gravação magnética, eletrônica, estenotipia ou técnica similar, destinada a obter maior fidelidade e celeridade na colheita da prova. (Redação dada pela Lei nº 11.689, de 2008)

“Até o tolo calado se parece sábio”.

Perdeu a oportunidade de ser considerado inteligente.

Cale a boca seu petista imundo. Você fala muita merda.

Responder

Antônio Faria

02/06/2017 - 18h13

Data vênia digníssima Sra Pité, vosso aluno de outrora, que lhe faz valorosas referências de seus sabios ensinamentos, equivocou-se publicamente e, fez notória sua ignorância. Algumas recuadas em suas mãos espalmadas podem lhe valer o esforço.

Responder

    Antônio Faria

    02/06/2017 - 18h14

    *reguadas

MIRO MIGUEL

02/06/2017 - 18h11

Pena que uma pessoa se preocupe com pormenores, tentando, ridicularizar um magistrado como o juiz Sérgio Moro. PIOR, tenta corrigir o que está correto. Vá estudar antes de escrever bobagem. Procure coletar alguma coisa que melhore o seu português.

Responder

Dante D'Ângelo

02/06/2017 - 17h46

É para rir? O idiota que escreveu estas tolices quer mesmo discutir? Posso humilhar um idiota desses com as mãos amarradas na bunda petista dele.

Responder

Marcelo

02/06/2017 - 17h45

Código de Processo Penal, Art. 475. O registro dos depoimentos e do interrogatório será feito pelos meios ou recursos de gravação magnética, eletrônica, estenotipia ou técnica similar, destinada a obter maior fidelidade e celeridade na colheita da prova. (Redação dada pela Lei nº 11.689, de 2008)

Responder

Mario

02/06/2017 - 17h44

O melhor comentário de todos é
Vaidarabunda

Responder

Nilton Cavenaghi

02/06/2017 - 17h43

As palavras são sinônimos.
Da mesma maneira que Lula, Dilma, Temer, Aécio são sinônimos de ladrão, de oportunista, etc.

Responder

SORAYA PINHEIRO COSTA

02/06/2017 - 17h42

Antes de criticar e escrever merda vai vc estudar. O termo colheita e coleta são a mesma coisa seu idiota. E msm se estivesse errado, isto é irrelevante. Só critica o juiz quem está do lado dos ladrões q ele prendeu e prenderá!

Responder

Fernando

02/06/2017 - 17h34

Vai dar abunda

Responder

    Rubinho

    02/06/2017 - 18h05

    Esse blogueiro Fernando Morais, que também é metido a escritor e jornalista, foi criticar o juiz e cometeu uma derrapada vergonhosa. O Juiz Moro usou a palavra correta, tão própria na linguagem forense: colheita de provas; colheita de depoimento; colheita de pronunciamento da parte, etc. Peça desculpas ao juiz que fica melhor.

Decio Faria

02/06/2017 - 17h29

O prezado articulista deveria saber, antes de colocar estas malfadas linhas, que tanto sob o linguajar jurídico, quanto no linguajar da estatística, as palavras “colheita” e “coleta” são expressões corretas r sinônimas. V. Sa. perdeu uma grande oportunidade de ficar quieto. A isto chamo de “pó8s-verdade”, para não dizer ignorância.

Responder

Mateus

02/06/2017 - 17h28

Como se o juiz realmente escrevesse todos os atos processuais, é uma anta mesmo viu, tem que ser eleitor do lula um merda desse

Responder

Luiz Carlos Lula da Costa

02/06/2017 - 17h14

Coleta é de dinheiro idiota!!….e de fezes ou urina para exames.

Responder

Miguel

02/06/2017 - 17h11

Se vc ler o novo código de processo civil, o termo é correto.
Quando se têm um processo andamento.

Responder

Fernando Cesar

02/06/2017 - 17h08

Moro com certeza não tem problemas com o português, seu problema é acobertar a roubalheira tucana como fez em sua terra natal Paraná e também no caso Banestado. Atestou ao absolver a mulher do Cunha que interesses escusos o movem. Nem falarei da foto indecorosa com Aécio, mega citado à época na lava-jato. Quero uma justiça realmente cega e imparcial para o Brasil e não super-heróis de fachada defendendo interesses inconfessáveis!

Responder

    Jose Carlos Aquino

    02/06/2017 - 18h32

    cada um tem o seu malvado preferido..isso é o Brasil acanalhado!

    Neide PoinhobSainz de Vicuña

    02/06/2017 - 21h20

    Falou tudo Fernando Cesar! E falou com educação. Ando mesmo com vergonha do nível de muitos brasileiros. Deste jeito vai ser difícil o Brasil melhorar. Quanta baixaria! Além da grande maioria de politicos corruptos e criminosos (oi aécio!), o nivel das pessoas é asdustador!

Ew

02/06/2017 - 17h03

É o Juíz quem escreve? Porque notei que, nas audiências, ele costuma ditar a um escrevente.
????
De qualquer sorte, palavras erradas não apagam os crimes cometidos, muito menos desqualificam um juiz de julga-los.

Responder

    Wellington

    02/06/2017 - 17h21

    Correto, vc esta certo, e nem foi ele quem escreveu, de qualquer forma, isso aqui é uma tentativa frustrada de desmoralizar um juiz honesto, que tem o apoio do povo de bem, e não desses petralhas canalhas que andam escrevendo coisas ridículas contra ele

Sandro José de Oliveira

02/06/2017 - 16h55

Sérgio Moro é bem mais jovem que eu e certamente não pegou a palmatória. Ambas as formas estão corretas, colheita e coleta, por favor veja o dicionário. E se você tem a intenção de redicularizar um herói brasileiro em defesa de Lula, preste atenção do discurso do seu ex presidente e de sua ex presidenta, tão inteligenta

Responder

Elis

02/06/2017 - 16h43

Materia muiti importante para o cenário atual
Para quem tinha presidenta, ataque de mosquita…

Responder

Germano R Schuur

02/06/2017 - 16h38

Está mal informado o Fernando Moraes, ambas são aceitas. Vide dicionários Aurélio e Houaiss.
Muitos juízes têm preferido o termo “colheita”.
Alguém tem que informar ao escritor seu desconhecimento da língua.

Responder

Manoel jorge de almeida

02/06/2017 - 16h37

Eu scho o Llula mais culto do que Moro.Lula tem 10 anos primario..Moro so 5 anos..Tambem gosto de mortadela mais do que presunto de Parma.So nao gosto de roubar..Gosto pra tudo.srsrsrs

Responder

João Ferreira Neto

02/06/2017 - 16h34

Entendo, caso seja verídico a troca de palavras postada sobre o magistrado Sérgio Moro, seja de uma importância ínfima; o que importa é a relevância que o juiz federal , em seu trabalho, presta à Nação brasileira – colocando todos os larápios do erário público na cadeia.

Responder

    Paula Cunha

    02/06/2017 - 17h09

    Vc tem toda razão, o importante é o relevante trabalho prestado pelo juiz a toda nação brasileira.

Marcio Palma

02/06/2017 - 16h29

Lembremos que erros de português tornam processos nulos. Só não contra o Lula, que já começaram errados.

Responder

Eduardo

02/06/2017 - 16h17

Caro Fernando, a dona Pite deve estar com vergonha de seu dileto aluno que tenta desmoralizar um juiz e todo CPC.

Responder

Roberto

02/06/2017 - 16h16

Seria Moro um apedeuta?

Responder

Dalton

02/06/2017 - 16h11

Me recuso ler mais nada vindo de uma porcaria dessa. Quem não lê jornal é desinformado e quem lê é mau informado.

Responder

hilario muylaert

02/06/2017 - 16h00

No Congresso Nacional disse: ” estou aqui…. na Câmera Federal …etc…”

Responder

Marcelo

02/06/2017 - 16h00

É que a lingua Patría de moro é a lingua inglesa, daqui a pouco ele está falando com sotaque igual ao rabino Henry Sobel.

Responder

Vicente

02/06/2017 - 15h55

O famoso juiz curitibano é apenas um grande marketeiro assim como seu amigo Doria. E como marketeiro não tem compromisso com a verdade, imagina se teria com a língua pátria.

Responder

    Dalton

    02/06/2017 - 16h06

    Me incluo na grande massa brasileira em que somos semi analfabeto. Mas me admira uma pessoa culta escrever uma matéria desse valor, desmerecendo todo um trabalho por causa de um erro de português. Amigão me desculpa mas esse tipo de matéria uso para limpar a sujeira do cachorro. Quanto te pagaram para vc escrever algo assim. Aposto que são todos petistas . Ouvi algo e relutei para aceitar, quem não lê jornal é desinformado e quem lê é muito mau informado…

    Germano R Schuur

    02/06/2017 - 16h44

    Está mal informado o Fernando Moraes, ambas são aceitas. Vide dicionários Aurélio e Houaiss.
    Muitos juízes têm preferido o termo “colheita”.
    Alguém tem que informar ao escritor seu desconhecimento da língua.

Alberto Fereeira

02/06/2017 - 15h55

É ‘purllque’ o Paraná é um estado com tradição agrícola, ‘intão’ ele tem ‘qui adecuá!’ Kkkkkkk

Responder

    Germano R Schuur

    02/06/2017 - 16h44

    Está mal informado o Fernando Moraes, ambas são aceitas. Vide dicionários Aurélio e Houaiss.
    Muitos juízes têm preferido o termo “colheita”.
    Alguém tem que informar ao escritor seu desconhecimento da língua.

José Edmilson de Holanda Júnior

02/06/2017 - 15h54

Procurem alguma coisa relevante, para criticar o juiz Moro, e não fiquem fazendo papel ridículo que só vocês petistas sabem fazer.

Responder

    Dalton

    02/06/2017 - 16h09

    Parabéns pelo comentário.
    Me admira pessoas de um alto nível cultural se vender por qualquer valor para fazer uma crítica desse teor. Lembre se quem protege esse tipo de pessoa indiretamente se torna uma delas. E lembre se Deus é o maior juiz de todos e ele não falha

    Germano R Schuur

    02/06/2017 - 16h39

    Está mal informado o Fernando Moraes, ambas são aceitas. Vide dicionários Aurélio e Houaiss.
    Muitos juízes têm preferido o termo “colheita”.
    Alguém tem que informar ao escritor seu desconhecimento da língua.

SIDNEY SILVA BORGES

02/06/2017 - 15h53

Estou com vc Moro, passe esse Brasil a limpo. Isso aqui está uma vergonha!!

Responder

SIDNEY SILVA BORGES

02/06/2017 - 15h51

Não acredito no que estou vendo. Estão preocupados com uma palavra, enquanto o Brasil imerge no mar de corrupção. Vão procurar o que fazer. Estou com vc Moro e com Bolsonaro também.

Responder

    Sandra Serpa Costa

    08/06/2017 - 21h11

    Ficam se prendendo a detalhes insignificantes pq a conduta e moral dele é limpa, correta, íntegra, com honra. Uma pessoa com idoneidade moral, honesta, que age sempre de acordo com a Lei Brasileira. E ele não tem obrigação de saber Português. Ele não é professor da matéria. A obrigação dele é investigar corruptos. Imagine se além de tudo o que ele sabe… imagine se ele tivesse que estudar portugues qual tempo sobraria para poder se dedicar com afinco as investigações da Lava Jato, a Família, ao lazer. Podem falar o que for. Somos muito mais #Moro do que qualquer outro tipo de profissional que escreva Português corretamente.

José Balthazar

02/06/2017 - 15h42

Essa justiça do Moro tem lado e não é o lado da justiça! CNJ devia ser extinto, juizada Brasil àfora estão fazendo a lei que querem…

Responder

eletege

02/06/2017 - 15h30

Menas? Vai te cata analfabeto

Responder

Eleyege

02/06/2017 - 15h28

MENAS? O contrário de mais é Menos e não Menas. E o anarfa sai por ai a dar aulas de português. Vá te cata vagabundo ignorante. Só pode ser mais um dos petralhad imbecis.

Responder

Rosely Rocha

02/06/2017 - 14h10

Eu ouvi três vezes ele dizer ” câmera” e não Câmara

Responder

Afonso Celso Braga de Moraes

02/06/2017 - 13h53

Pois é, e chama a Câmara de Câmera……

Responder

Bárbara

02/06/2017 - 13h37

Oxente! Eu já vi tantas outras, até falando sai cada pedrada que eu disse: credo! É esse o juiz que assassina a gramática que se acha o juiz bambambam. Deixa isso pra Lula que não estudou.

Responder

Rafael Locateli Tatemoto

02/06/2017 - 13h37

Art. 454, § 3º do CPC : O juiz também designará dia, hora e local para o depoimento, quando a autoridade não comparecer, injustificadamente, à sessão agendada para a colheita de seu testemunho no dia, hora e local por ela mesma indicados.

Moro merece ser questionado por suas agressões ao Estado de Direito. Quanto ao português, é uso corrente o termo colheita, para depoimentos, testemunhos e provas.

Responder

    Everton Bezerra

    02/06/2017 - 15h25

    Acho que alguém foi nocauteado!

João Lister Pereira

02/06/2017 - 13h22

Fernando, tá te faltando uma leitura semântica mais apurada.
Quando se planta é evidente que só se pode colher e não coletar.
Na república de Curitiba, prova só se colhe!

Responder

    Divino Marroquini

    02/06/2017 - 16h39

    Salvou a leitura, João Lister!
    Pois essa história do Fernando Morais não colou, ao que parece… seja pela irrelevância, seja porque alguém mostrou que a tal palavra está no mundo dos juristas desse jeito esquisito mesmo. Pior depois é a ladainha dos veneradores de Moro… cáspite!!
    E aí vem tu, a nos lembrar que só colhe quem planta! kkkkkk

Deixe uma resposta

Recomendadas