R$ 51 milhões atribuídos a Geddel podem ser propina do PMDB, da Odebrecht e de Funaro

Investigadores suspeitam que fortuna encontrada no apartamento em Salvador seja propina; Geddel está preso na Papuda, em Brasília, desde setembro, quando os R$ 51 milhões foram apreendidos

Investigadores da Lava Jato suspeitam que os R$ 51 milhões encontrados pela Polícia Federal (PF) em um apartamento de Salvador que supostamente pertenciam ao ex-ministro Geddel Vieira Lima são propina vinda do PMDB, da Odebrecht e do doleiro Lúcio Funaro.

Esta foi a maior quantidade de dinheiro em papel moeda apreendido na história do Brasil. Geddel nunca explicou a origem.

Leia também:
Justiça proíbe propaganda do PT que mostra relação de ACM Neto com Geddel Vieira Lima

Para os investigadores, há indícios de lavagem de dinheiro. Quando foi descoberto o apartamento, a Polícia Federal encontrou impressões digitais do ex-ministro no imóvel, reforçando as suspeitas de ligação dele com a fortuna.

O dinheiro foi localizado em uma ação de busca e apreensão na Operação Tesouro Perdido, um desdobramento da Operação Cui Bono, sobre investigações de fraudes na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal.

A prisão de Geddel foi decretada em julho, quando o Ministério Público Federal afirmou que ele era “um criminoso em série” e que faz dos crimes financeiros e contra a administração pública “sua própria carreira profissional”.

Desde setembro ele está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

 

4 Comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Roberto Luiz de lima

25/11/2017 - 09h10

BRASIL e a sua ” DES….CONSTITUIÇÃO !
No banheiro fazendo o dois pensei : O DINHEIRO com que os DELATORES da lava jato PAGAM aos ADVOGADOS é LÍCITO ?

Responder

C.Poivre

24/11/2017 - 23h41

Emocionante documentário sobre a morte do Reitor Cancellier:

https://www.youtube.com/watch?v=U3gtO0_SLLU

Responder

Doug Evangelista

24/11/2017 - 16h47

Hummmmmmmm.. Este artigo me faz pensar, e ficar com uma pequena düvida: Será que nesse caso, as várias malas e algumas caixas de dinheiro serão suficientes como prova, para o novo Diretor da Policia Federal?

Ou ainda… seria crime se tivessem encontrado, pedalinhos e perfumes de Dona Marisa?

Num sei não!…..

Responder

Lalo João Pessoa

24/11/2017 - 11h34

Brilhante conclusão dos investigadores. Levaram 4 meses para descobrir indícios de lavagem de dinheiro.

Faltou apenas culparem o PT e o Lula

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas