Povo Sem Medo ocupa subprefeituras contra privatizações em SP

Para o movimento, Doria está dando "cheque em branco" que permite a venda de parques, cemitérios, serviço funerário, Estádio do Pacaembu, terminais de ônibus, bilhete único, entre outros bens do município.

Militantes da Frente Povo Sem Medo ocupam na manhã desta terça-feira (26) as Subprefeituras de Campo Limpo, na zona sul da cidade de São Paulo, e de Itaquera, na zona leste, para protestar contra o pacote de privatizações da gestão de João Doria (PSDB).

A exigência é que a prefeitura faça audiências públicas para ouvir a população sobre privatizações, mas também para que sejam discutidos os impactos dessas concessões para quem mora na periferia de São Paulo.

Leia mais:
Doria aprova privatizações com votação na madrugada e sem audiência pública

A Frente também lançou um manifesto para . “O “novo” não se faz com palavras ditas ao vento mas com atitude. Se o governo João Dória quer ser mesmo diferente dos seus colegas políticos não deve ter medo de realizar um amplo debate com os paulistanos sobre os rumos e problemas da cidade. Não deve ter medo de debater as privatizações e outros problemas da cidade”.

“Esses PLs são um cheque em branco que permitem a venda de parques, cemitérios, serviço funerário, Estádio do Pacaembu, Anhenbi, terrenos até 10 mil m2, mercados municipais, terminais de ônibus, bilhete único. Dois deles já foram aprovados em segundo turno, o 364 e o 367. Tudo isso sem a população ser ouvida. A implementação dessas privatizações e concessões mudará a cidade definitivamente”. Clique aqui para acessar a íntegra do texto.

No dia 10 de agosto, estudantes ocuparam a Câmara dos Vereadores de São Paulo para fazer a mesma exigência, que a tanto o legislativo municipal como o prefeito convocassem audiências públicas para tratar do assunto.

Veja como foi o protesto em Campo Limpo:

O protesto em Itaquera:

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Joseildo Fagundes Ramos

26/09/2017 - 12h09

Também ocorreu ato na cidade de São Mateus, na zona leste. A comitiva foi atendida pelo sub prefeito Fernando Alves, que se comprometeu e vai encaminhar a ata com as pautas discutidas. Entre elas alem de uma audiência pública na sub prefeitura do bairro pra discutir com o povo o pacote de privatização, foi discutido tambem o projeto da ubs do bairro que esta a mais de dois anos engavetado, assim tambem como a viabilização de uma rua de mão unica ao lado da ubs atual o que vai permitir que ambulâncias possam parar ao lado assim como o acesso mais tranquilo das pessos que utilizam os serviços da referida ubs.

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas