O Brasil, por enquanto, acabou! Restaram os brasileiros…

Parece que a eminência parda, que desgoverna o Brasil, decidiu que já acabou tempo do Papai do Filhinho brincar de presidente, agora é a vez do Filhinho do Papai, que já disse que não vai mexer na casta econômica.

 

Parece que a eminência parda, que desgoverna o Brasil, decidiu que já acabou tempo do Papai do Filhinho brincar de presidente, agora é a vez do Filhinho do Papai, que já disse que não vai mexer na casta econômica.

Enquanto isso, o Papai do Filhinho foi brincar de presidente no G20 e descobriu que era G21, isto é, aquele que fica de fora, ou melhor, que até G20 lhe disse: Fora! E foi só vergonha!

A força tarefa da operação lava-jato acabou, se ainda houver lavação não será mais a jato!

E o Senado, cuja CCJ já havia decidido que é constitucional tirar o direito do trabalhador, pela Comissão de Ética decidiu que não há o que desabone o Mineirinho…

Aliás, os juízes, paradigmas de ética, já haviam dito isto… E tudo continua como dantes no quartel de Abrantes! Bem, deve vir por aí a sessão vingança…

Pois é, a tal eminência parda (se unitária ou coletiva, não sei) assumiu o controle do Brasil.

O Brasil, por enquanto, acabou! Restou os brasileiros… E aí, brava gente brasileira… Vai ficar assim mesmo?

Nosso luto vem do verbo lutar!

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

andrade

11/07/2017 - 11h07

Triste possibilidade o “papai do filhinho” ser substituído pelo “filhinho do papai”. Aliás, esse maia é genro de moreira franco que era genro de amaral peixoto que era genro de getúlio vargas. É uma genrada que tem feito muito mal ao Brasil. Quanto ao desrespeito à Constituição, Pastor, que senhor abordou em outro excelente texto, seria melhor que se aceitasse a sugestão do historiador Capistrano de Abreu, e resumi-la a dois artigos: Art. primeiro – fica obrigado todo brasileiro a ter vergonha na cara; Art. segundo- revogam-se as disposições em contrário.

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas