Nenhuma bala moral atingiu Pezão, nem Sérgio Cabral e não há solução à vista

"É duro e triste viver uma situação assim, uma cidade assim num país assim, é o que é mais complicado não há nenhuma, nenhuma solução à vista".

 

2017. No Brasil de 2017. O Rio Janeiro de 2017. O Rio de Janeiro pós Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão. O Rio de Janeiro.

O ano letivo de 2017 teve 94 dias. Quer dizer, 94 dias de aula na rede pública, em 87 dias alguma escola de rede pública ou algumas tiveram aulas suspensas devido a tiroteios.

No total, neste primeiro semestre letivo de 2017, 126.800 alunos foram prejudicados. Por quê?Tiroteios.

Um levantamento rápido, porém preciso, mostra que, desde o começo do ano, a média de tiroteios nas favelas do Rio, que politicamente correto eles falam comunidade, a cada dia, foram registrados em média 11 tiroteios.

Isso vale para bairros da zona norte, como vale para região dourada, da zona sul do Rio, Ipanema, Copacabana. Onze tiroteios em média por dia. É duro e triste viver uma situação assim, uma cidade assim num país assim, é o que é mais complicado não há nenhuma, nenhuma solução à vista.

O que não há é como evitar com que isso continue. Balas perdidas, A imagem trágica de professores, heroicos professores e professoras que tratam de proteger os meninos, as crianças, nas escolas públicas do Rio de Janeiro.

Nenhuma bala moral perdida atingiu Pezão, nem Sérgio Cabral porque eles não têm moral nenhuma. Não sabem nem o que é isso.

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Wil

18/07/2017 - 11h05

E você acha Sergio Cabral, Pezão e Rodrigo Maia se diferem?
Tudo indica que Rodrigo Maia será o presidente do Brasil, o Brasil não merece eles!

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas