Michel Temer deve trocar 17 ministros, diz Romero Jucá

Depois da demissão de Bruno Araújo do Ministério das Cidades, Temer se reuniu nesta terça-feira com Romero Jucá e com os tucanos Antonio Imbassahy (ministro da Secretaria de Governo) e ex-senador José Anibal para discutir a situação do PSDB no governo.

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), anunciou nesta terça-feira (14) pelo Twitter que o pedido de demissão de Bruno Araújo do Ministério das Cidades precipitou o debate sobre a reforma ministerial dentro do governo e que o presidente Michel Temer vai trocar 17 dos 28 ministros.

“A saída do ministro da Cidades precipita a discussão da reforma ministerial, tendo em vista que há ministério vago. Temer está avaliando e discutindo como vai fazer. Será uma reforma ampla, 17 ministérios vagos no prazo que o presidente determinar. Ele quem vai definir o ritmo”, publicou o senador.

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, entregou o cargo na segunda-feira (13) ao presidente. Em seguida, Temer convocou o ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e o ex-senador José Anibal para discutir a situação de membros do PSDB no governo.

Na carta de demissão, Bruno Araújo agradeceu a confiança durante seu período à frente da pasta e diz que não há mais apoio dentro do seu partido, o PSDB, para se manter no cargo. “Agradeço a confiança do meu partido, no qual exerci toda a minha vida pública, e já não há mais nele apoio no tamanho que permita seguir essa tarefa”, afirmou.

No documento, Araújo elenca algumas ações do ministério durante sua gestão e encerra com um elogio ao governo Temer.

“Tenho a convicção, Sr. Presidente, que a serenidade da história vai reconhecer no seu governo resultados profundamente positivos para a sociedade brasileira. Receba minha exoneração e meus agradecimentos”, concluiu Araújo.

Araújo é deputado federal pelo PSDB de Pernambuco e assumiu o ministério em maio de 2016.

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

C.Poivre

15/11/2017 - 18h18

Sobre a propinagem da Globo:

As perguntas que estão bombando nas redes sociais: será que os donos da Globo terão suas casas invadidas pelos valentões da PF? E o Ministério Público punitivista mandará bloquear os bens deles? Os celulares e computadores pessoais e de toda a família serão confiscados por tempo indeterminado como fizeram com os outros acusados? Já sei, dirão que delação sem prova não vale pra eles, só para os outros.

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas