Maioria das prisões preventivas decretadas por Moro foram revogadas

63,9% das sentenças foram revogadas ou substituídas por medidas cautelares

Foto: Lula Marques / AGPT

 

Mais da metade das prisões preventivas decretadas pelo juiz Sergio Moro desde o início da Operação Lava Jato foram revogadas ou substituídas por medidas cautelas, como prisão domiciliar ou uso de tornozeleira.

Segundo reportagem do site Poder360, foi o que aconteceu com 63,9% das sentenças de Moro:  de 97 prisões preventivas,  62 foram revogadas.

Ao analisar recursos de ao menos 34 réus, o Supremo Tribunal Federal decidiu relaxar a prisão de 19 casos, enquanto 15 pedidos de liberdade foram negados.

A 2ª Turma do STF, responsável por analisar recursos da Lava Jato, concedeu prisão domiciliar a 9 executivos presos preventivamente, assim como a José Dirceu, em maio deste ano.

Nenhum Comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta

Recomendadas