Temer diminui PAC e faz orçamento retroceder oito anos

No orçamento de 2017, a previsão de gastos para o PAC é de até R$ 36,07 bilhões. Temer bloqueou despesas e reduziu os recursos do programa em 45%

O presidente Michel Temer faz cortes significativos nos investimentos do governo federal no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e os recursos devem cair ao menor nível nos últimos oito anos, segundo levantamento do site de notícias da Globo G1.

Criado durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PAC foi o programa por meio do qual foram feitos os principais investimentos em infraestrutura no país, como obras em rodovias, ferrovias, energia elétrica e habitação.

No orçamento de 2017, já aprovado pelo Congresso, a previsão de gastos para o PAC é de até R$ 36,07 bilhões. Temer bloqueou despesas e reduziu os recursos do programa em 45%.

Somente na última revisão orçamentária, o PAC perdeu R$ 7,48 bilhões, de acordo com o levantamento. Para o setor de construção civil, os cortes devem afetar programas como o Minha Casa, Minha Vida.

O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, avalia que o corte de recursos do PAC vai afetar o Minha Casa, Minha Vida (MCMV). “Eles iam retomar uma série de obras. Provavelmente não vão retomar todas que seriam retomadas”, afirmou.

Nos seis primeiros meses de 2017, segundo números do Tesouro Nacional, os gastos do governo com o MCMV somaram R$ 1,4 bilhão. No mesmo período do ano passado foram R$ 2,99 bilhões. As despesas do Minha Casa no acumulado deste ano são as menores, para este período, desde 2010.

Nenhum Comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta

Recomendadas