Gilberto Carvalho: “Só o ódio pode explicar tamanho absurdo.”

Ex-ministro de Lula e Dilma escreve a amigos para denunciar o massacre de que ele e Lula estão sendo vítimas: “Não é justo que sejamos perseguidos por um ódio que não cultivamos, pelo simples fato de contradizermos interesses de um projeto que agora destrói o País”.

18578469_1673532005997396_1820075727_n

 

Car@s amig@s,

 

Recebi com surpresa e absoluta indignação a notícia do meu indiciamento, assim como do Presidente Lula neste processo da Operação Zelotes. Só a decisão premeditada de fazer valer tudo nessa guerra jurídica e política pode ter levado membros da PF a tomar esta iniciativa.

 

Só o ódio que cega pode ter levado funcionários públicos que deveriam zelar pela respeitabilidade de sua Instituição a praticar tamanho absurdo. Tive a honra de servir por oito anos ao Presidente Lula e acompanhar seu zelo em fazer crescer nossa economia, a distribuição da renda e o estímulo à produção automobilística. As medidas provisórias de estímulo à descentralização da produção visavam unicamente a estes objetivos, de fazer o desenvolvimento se espalhar por regiões como o Nordeste e o Centro Oeste.

 

Os delegados que nos interrogaram sabem disso. Leram nos nossos olhos e na nossa emoção indignada esta verdade. Se agentes bandidos e parlamentares que apoiaram o golpe se envolveram em negociatas com as empresas, que sejam eles punidos, e não nós que só fizemos lutar por este País. Não é justo que sejamos perseguidos por um ódio que não cultivamos, pelo simples fato de contradizermos interesses de um projeto que agora destrói o País.

 

Não posso ser condenado porque um lobista anotou meu nome para uma reunião que nunca existiu. Espero que o Ministério Público analise com o devido cuidado esta denúncia infundada e não aceite mais esta demonstração clara de perseguição política por parte de membros de um órgão do Estado brasileiro. Vou lutar até às últimas consequências para defender a única riqueza real que possuo: a minha honra!

 

Gilberto Carvalho

16/05/2017

3 Comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

GENTIL FERNANDES

30/05/2017 - 17h17

É realmente deprimente o que está acontecendo. Minha solidariedade irrestrita ao Gilberto Carvalho, ao Lula, à Dilma e a todas as vítimas do processo atual de perseguição mediática e da justiça. O Ministério Público e a Lava Jato e o Moro há muito perderam a respeitabilidade. São instrumentos de uma perseguição política ao nosso maior líder popular da história recente do país, o Lula.
Acredito que as respostas e a resposta a essa molecagem orquestrada e monumental da rede Globo da grande mídia deviam ser mais enérgicas.
O Presidente Lula não devia se submeter a esses processos d pravados e canalhas. Devia denunciá-los como farsaevomitante. Devia levantar-se diante dos meninos do Ministério Público e do juiz Moro e chamá-los de canalhas, alto e bom som. Para que o Brasil inteiro ouvisse.
É insuportável continuar ouvindo as meninas da Globo todo dia informando ao Brasil que o Lula é réu de mais um processo. Que a situ

Responder

Maria Leite

17/05/2017 - 01h16

Estou desalentada. Não tenho palavras de esperança. Não confio mais mas nossas instituições. Somente tristeza, muita tristeza. Sinto muito.

Responder

Edu marcondes

16/05/2017 - 19h08

Caro Gilberto Carvalho
Não cultive muitas esperanças. A cada dia a ditadura midiático- jurídica vai tomando formas mais definidas com seus tentáculos cada vez mais fortes e longos. Crer em arroubos democráticos dos atuais donos do poder pode resultar em grandes frustrações.

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas