Como Huck, Doria comprou jatinho a juros baixos com dinheiro do BNDES

Em setembro do ano passado, o prefeito divulgou um vídeo alardeando que não usa dinheiro público em suas viagens.

O prefeito de São Paulo, João Doria, a exemplo de Luciano Huck, recebeu empréstimo do BNDES para comprar um jatinho, mas dessa vez uma quantia ainda maior do que o apresentador de TV: 44 milhões de reais, a juros um pouco mais elevados que o de Huck, 4,5% ao ano (para Huck, foram 3%), mas igualmente inferior a qualquer taxa no mercado. A informação foi divulgada por Fernando Brito, do blog Tijolaço.

O jatinho foi comprado por sua empresa depois da eleição presidencial de 2010 e transferida a seu filho, embora só em junho de 2011 tenha registrado na Junta Comercial a mudança de atividades para “locação de aeronaves sem tripulação”.

Em setembro do ano passado, o prefeito divulgou um vídeo dizendo que não usa dinheiro público em suas viagens. “Não uso dinheiro público, viajo no meu próprio avião. Hoje felizmente tenho condição de bancar minhas viagens. Vim para a vida pública para fazer diferente, para fazer melhor, com inovação, dedicação e transparência”.


5 Comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Verinha

16/02/2018 - 23h43

É sempre a mesma ladainha. Coxinha merece ser “homenageado” por escola de samba até a eternidade mesmo.
Se FHC fazia empréstimos a Cuba e a Venezuela através do Proex, por que na gestão do PT não pode? Até porque, pelo que se sabe através das mídias alternativas, os emprestimos vem sendo pagos. A Venezuela quitou recentemente a última parcela do empréstimo com o BNDES.
Melhor se informarem antes de passar atestado de ignorantes, hein, coxinhas azedas!?

Responder

Brasileiro de Rondônia.

14/02/2018 - 01h50

Provavelmente a compra destes aviões por Doria e Huck não seja o melhor destino das verbas do BNDES.
O que dizer dos milhões ou bilhões oriundos do BNDES, investidos na Venezuela, Bolívia, Cuba e países africanos??? Onde o banco parece estar levando calote ao menos da Venezuela.
Alguém???

Responder

    Alexandre

    14/02/2018 - 12h39

    Um erro não justifica outro.
    “Provavelmente” não tenha sido?
    Vá catar coquinho no asfalto!!

antonio simas

13/02/2018 - 00h25

O problema dos moralistas sem moral é que as máscaras começam a cair antes de o carnaval terminar! Nenhum trégua aos Golpistas, Fascistas, Corruptos e Inimigos do Povo! Nenhum direito a menos!

Responder

antonio simas

13/02/2018 - 00h25

O problema dos moralistas sem moral é que as máscaras começam a cair antes de o carnaval terminar! Nenhum trégua aos Golpistas, Fascistas, Corruptos e Inimigos do Povo! Nenhum direito a menos!

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas