Com câmera 360º, campanha denuncia superlotação nos presídios 

Já imaginou como é o interior de uma cela superlotada? Vídeo produzido pela Rede Justiça Criminal reproduz a realidade vivida pelas mais de 620 mil pessoas que estão presas no Brasil

A campanha “Encarceramento em massa não é justiça”, promovida pela Rede Justiça Criminal, busca uma forma diferente de denunciar a superlotação e maus tratos em presídios brasileiros. Com depoimentos e uma câmera capaz de captar 360º, está divulgando um vídeo que simula uma típica cela.

Com camiseta branca, Edson mostra as condições da cela

“Esta cela aqui, conforme você está vendo, tem 25 pessoas. Talvez um cachorro lá na rua tem mais espaço que a gente e não está nem vivendo entre as grades”, diz Edson,uma das pessoas que já esteve presa e participa da campanha.

“O encarceramento em massa não é só desumano, mas também é contra a lei. Há milhares de pessoas que seguem presas sem julgamento, por falhas do sistema penal brasileiro. Assine o manifesto. Compartilhe. Exija que a justiça seja justa”, consta no site Prisão e Justiça.

Além da superlotação, o site denuncia também o fato de algumas pessoas não terem liberação imediata depois de concluída a pena e violações sofridas por mulheres.

O Estado brasileiro já foi denunciado na Corte Interamericana de Direitos Humanos da OEA por conta das condições das penitenciárias. A população carcerária do Brasil é de pelo menos 622 mil pessoas, segundo a Rede Justiça Criminal.

Veja abaixo a simulação de cela em 360º:

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

William

20/06/2017 - 17h01

Legal, mas e as vítimas/familiares das vítimas dos atos destes indivíduos aí, como estão? Foi feita alguma campanha ou petição com o intuito de ajudar-lhes de alguma forma? Não, né? Neste país os bandidos tem mais direitos e respeito do que as pessoas decentes que preferem trabalhar honestamente todos os dias ao invés de cometerem crimes. Todos estes indivíduos estão aí porque QUISERAM estar. Antes de vir postar videozinho de bandido dentro da cela, poste videos de dentro de um hospital público, ou de dentro da casa de uma família que perdeu um de seus integrantes pela ação de bandidos.

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas