Bolsonaro diz que usava o dinheiro do auxílio-moradia para “comer gente”

Folha de S. Paulo questionava o deputado sobre o recebimento da verba apesar de ter um imóvel próprio em Brasília

Questionado por jornalistas da Folha de S. Paulo em frente a sua casa em Angra dos Reis, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) respondeu que usava o dinheiro do auxílio-moradia para “comer gente”: “Como eu estava solteiro naquela época, esse dinheiro de auxílio moradia eu usava pra comer gente, tá satisfeita agora ou não? Você tá satisfeita agora?”.

O pré-candidato à Presidência afirmou também ter cometido um deslize quando, em rede nacional, disse que sonegava impostos e defendeu que a população toda fizesse o mesmo: “Foi só um desabafo”.

Bolsonaro ainda negou qualquer irregularidade relacionada ao patrimônio dele e dos filhos parlamentares, multiplicado desde que entraram para a política e chegando a 13 imóveis com preço de mercado de cerca de R$ 15 milhões.

O jornal também acusa o deputado de manter uma funcionária fantasma em seu gabinete, quando na realidade ela seria dona de uma loja de açaí na vila de Mambucaba, perto de Angra dos Reis, e esposa do caseiro de Bolsonaro.

Na entrevista, o deputado diz ainda que, caso seja eleito presidente do Brasil, se negará a responder perguntas de veículos como a Folha de S. Paulo. Mencionou como “imprensa séria” os jornais do Nordeste, mas citou “A Crítica”, em Manaus, que fica na região Norte do país.

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Carlos Valentin

13/01/2018 - 11h54

O é grosseiro, mau educado, ignorante, fascista….mas agora também é canibal? Ai já é demais…rsrsr

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas