Todas as matérias: Nocaute

Eric Nepomuceno: o que Brasil, Argentina e El Salvador têm em comum? A vendetta contra Lula, Cristina e Funes.

Sempre que governos populares mostram que é possível ocupar o espaço que sempre esteve nas mãos dos privilegiados de sempre, acontece alguma coisa contra.

Cuba 1963, por Marc Ribout.

Se você vai estar em Paris nos próximos dois meses, não deixe de visitar a exposição de fotos “Cuba 1963”, do fotojornalista francês Marc Riboud, falecido em agosto aos 93 anos. Aqui vão algumas fotos da mostra.

Leslie Salgado, de Johanesburgo: o que fazer para salvar elefantes, rinocerontes e pangolins?

Esse debate esteve em evidência durante as últimas semanas aqui em Johanesburgo. Há quem defenda a tese de que legalizar a caça daria mais recursos para a conservação, enquanto, por outro lado, teses e investigações científicas demonstraram que é totalmente o contrário.

Lindbergh Farias: “o governo brasileiro quer acabar com o Mercosul”.

De Montevidéu, exclusivo para o Nocaute, o senador afirma: "estão querendo acabar com o Mercosul, e o governo brasileiro está jogando um papel decisivo nisso".

Hélio de Almeida

Hélio de Almeida

Hélio de Almeida

Paulo Sérgio Pinheiro: “Sagração de Marcela Temer como Embaixadora para as Crianças é grotesca e ridícula.”

“Crianças e adolescentes precisam de políticas tocadas por profissionais. E não por amadores. Por mais excelsas que sejam as primeiras damas”.

Pastor Ariovaldo: Tenho medo de estar a assistir o retrocesso de uma nação

"Estou começando a ter medo de juiz. A ter medo de pisar num tribunal. Por não saber mais o que esperar, diante da possibilidade do subjetivo se impor."

Ricardo Amaral: “Do ponto de vista penal, o indiciamento de Lula não quer dizer rigorosamente nada”.

"Sérgio Moro ainda tem um papel essencial a cumprir nessa tragédia. Ele é o carrasco. Ele é o verdugo. O papel do juiz Moro neste roteiro é cortar a cabeça da jararaca. E ele será protegido até cumprir a sua missão."

Ana Roxo quer saber: por que pobre vota em rico?

Para ela, só existe uma explicação para esse fenômeno brasileiro: disforia de classe. Veja se você é um disfórico classista.

Hélio de Almeida

Hélio de Almeida