Nicolás Maduro emite nota em apoio a Lula

Segundo o líder venezuelano, a direita brasileira, junto com os meios de comunicação, buscam manipular o poder judiciário com o intuito de barrar a volta da revolução popular brasileira e de Lula ao poder.

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, emitiu uma nota se solidarizando com o ex-presidente Lula, diante do julgamento do TRF-4, realizado nesta quarta-feira (24), por ser uma “decisão política e sem provas”.

Segundo o líder venezuelano, a direita brasileira, junto com os meios de comunicação, buscam manipular o poder judiciário com o intuito de barrar a volta da revolução popular brasileira e de Lula ao poder. “Essas ações não são apenas a continuação de um golpe contra o povo brasileiro, mas também fazem parte de um ataque sistemático contra a integração latino-americana e caribenha”.

No final do comunicado, Maduro reiterou o apoio a Lula: “a Venezuela se une ao clamor popular, nacional e internacional que grita com uma só voz: ‘Eleição sem Lula é fraude’, e reintegra sua solidariedade e apoio ao líder operário do Partido dos Trabalhadores. É o mínimo que podemos fazer ao companheiro Lula, pelo seu amado povo brasileiro, pelos direitos sociais e pela união dos povos latino-americanos”.

5 Comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cristina Silveira

26/01/2018 - 09h47

Incrível como nós, os brasileiros, somos ignorantes, mal informados da vida de Los Hermanos. Sabe-se mais da Oropa e da daquela gente jeca dos eua-cia, do que sobre o nosso território. Brasileiro é moderninho e em contrapartida IGNORANTE, absurdamente ignorante.
Viva a Venezuela?

Responder

Eduardo Noguchi

25/01/2018 - 22h36

Lula é o presidente brasileiro que tem mais amigos e adeptos no exterior. Ao falarem da Venezuela até parece que os únicos amigos são Cuba e Venezuela, mas ele fez amigos em países africanos e na Europa e na Ásia. Ao viajar para os países do primeiro mundo, fico sabendo que ele é querido e respeitado em todo o mundo, inclusive nos EUA. Mas o capital não gosta dele e nem dos dirigentes que defendem o povo, aí incluído o LULA. Entendo perfeitamente porque Lula está sendo perseguido pelo capital, que rouba o poder hoje no Brasil. Afirmo que prefiro mil vezes o Lula do que os golpistas. Com Lula estávamos a caminho do desenvolvimento, a história e não eu confirmará. Torço por LULA, nossa esperança.

Responder

Joao

25/01/2018 - 21h27

Um amigo americano foi pra Venezuela mês passado. O café da manhã num hotel top custa US$3 se você pagar em dinheiro, trocando no “mercado negro”.
Se pagar no cartão o café da manhã custa US$150

Responder

miguel

25/01/2018 - 21h25

Um amigo foi pra Venezuela mês passado. O café da manhã num hotel top custa US$ 3 se você pagar em dinheiro, trocando no “mercado negro”.
Se pagar no cartão o café da manhã custa US$ 150.

Responder

José Eduardo Garcia de Souza

25/01/2018 - 20h08

Quem tem um STF na mão para desautorizar o Congresso, tribunais populares para contrariar o Judiciário e milícias e as forças armadas para aterrorizar a população como Maduro não deveria ficar falando de manipulação do que e quem quer que seja. Em suma, quem tem telhado de vidro não joga pedra no telhado dos outros…

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas