Maradona manda recado a Lula: “Não importam os insultos de alguns covardes”

Vale lembrar que no dia do julgamento no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da quarta região), Maradona também apareceu nas redes sociais com uma camiseta em apoio a Lula.

O ex-jogador de futebol Diego Maradona demostrou apoio ao Lula em sua rede social. Após a condenação do ex-presidente em 2ª instância no processo da Lava Jato, o argentino afirmou estar com Lula em qualquer situação e que pouco importam os ‘comentários covardes’ direcionados a ele.

“Eu sou amigo de Lula. Para mim não importam os comentários e insultos de alguns covardes. Eu não traio e não minto. Coloco a cara nos piores momentos também. Lula é uma pessoas genial e sabe muito de política. Os outros têm de andar a comprá-la”.

Vale lembrar que no dia do julgamento no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da quarta região), Maradona também apareceu nas redes sociais com uma camiseta em apoio a Lula.

O ex-presidente foi condenado em 2ª instância a 12 anos e 1 mês de prisão na operação Lava Jato e teve seu passaporte apreendido. Em nota, Cristiano Zanin Martins, advogado de Lula, afirmou que a medida “reforça as violações a garantias fundamentais do ex-presidente”.

A defesa de lula vai pedir a anulação do julgamento que condenou o ex-presidente a 12 anos e um mês de prisão. As indagações ao TRF-4 começaram a ser definidas nesta quinta-feira (25). Os advogados vão explorar as minúcias do processo, utilizando o embargo de declaração como recurso processual. O fato de a acusação ter tido mais tempo do que a defesa na sustentação oral será exposto como indício de violação da paridade de armas, é um exemplo de como o recurso deverá ser explorado.

Nenhum Comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta

Recomendadas