Cubanos modificam calendário eleitoral por causa do furação Irma

A passagem do furacão Irma, em setembro, causou estragos em Cuba e o Conselho de Estado pediu que a escolha do próximo presidente seja adiada para 19 de abril.

Em 2018 Cuba terá um novo presidente. Assim disse diante dos parlamentares do país o general do Exército e presidente cubano, Raúl Castro.

No entanto, essa informação de que Raúl terminava em 2018 seu mandato como presidente já era conhecida porque é quando terminam dois mandatos de cinco anos.

O que é verdadeiramente novo é que em vez de acontecer em 24 de fevereiro, como estava previsto, vai ser no dia 19 de abril. O que aconteceu?

Os parlamentares cubanos aprovaram a petição do Conselho de Estado para estender o período de mandato de toda Assembleia Nacional e das assembleias provinciais.

Por quê? Disse o secretário do Conselho de Estado frente ao Parlamento pela situação de gravidade que o furacão Irma, que passou por aqui no passado mês de setembro deixou o país, como vocês sabem, arrasou quase todas as províncias de Cuba.

Esta situação provocou que, atendendo a um dos artigos da Constituição que prevê em situação excepcionais ou em casos de guerra e prorrogam mandatos de assembleias provinciais ou Assembleia Nacional, pois esse artigo foi invocado pelos parlamentares para a prorrogação.

Por que 19 de abril? Porque em 19 de abril o povo cubano celebra um aniversário da vitória dos cubanos e cubanas sobre a ação imperialista pela Baía dos Porcos. Vamos acompanhar o que estará acontecendo nessas eleições do novo conselho de Estado que, como já disse Raúl, escolherá o novo presidente.

Um comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do NOCAUTE. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

couto

28/12/2017 - 18h48

Que os cubanos elejam um presidente à altura dos antecessores. Que a comunidade internacional consiga derrubar o bloqueio contra Cuba, assim como derrubaram o muro de Berlin.

Responder

Deixe uma resposta

Recomendadas